sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Eu passei no teste. Não reprovei em nada. Estou bastante viva. Não morri quando me apaixonei completamente e fiquei só. Ou quando senti tanta saudade mas não pude matá-la. Não morri por causa de gente que pisou na bola, nem de gente que mentiu por maldade. Sobrevivi. Sobrevivi também depois de ter passado por apertos financeiros, depois de ver minha melhor amiga partir sem deixar recado, depois de ter ficado por muito tempo sem chão. Não morri também depois de ter perdido a confiança, a alegria, a vontade de sorrir. Posso ter ficado triste por um tempo, desanimada, desconsolada, perdida. Mas sobrevivi. Estou mais forte, mesmo que eu não consiga ver isso agora. Estou mais esperta e mais consciente. Foi uma longa batalha, foi uma vitória difícil, mas fui campeã. Que o próximo ano também venha cheio de testes, e que eu continue passando, sempre.
Aviso aos navegantes!
Eu continuo sendo a mulher mais feliz e mais sortuda desse mundo!
Ganhei sim na mega sena acumulada, minhas amigas, presente de Deus, família abençoada paz de Deus e muito amor no coraçao Forever.
Podem levar até minha paciencia, mas o meu equilíbrio, esse nunca ninguem vai levar!


Feliz ano novo a todos.

domingo, 21 de dezembro de 2008

...

Dentre tanta confusão que eu tenho visto por aí, vim aqui hoje só pra dizer oque eu tanto canto.
Eu sei que é isso justamente que eu tento nao acreditar, pra nao justificar, mas, senhores, acreditem, no que eu mesma nao acredito

"eu sim, tenho a sorte de um amor tranquilo"

Se é bom ou ruim????

Até hoje na consegui descobrir;.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Suzana

Suzaninha, minha querida, eu sei que voce gosta que te chame assim. Eu vim aqui, lógico contra a minha e a sua vontade.
Pois voce se nega e nega qualquer pessoínha que viva ao seu redor que perceba a tristeza a e melancolia que tem vivido esses ultimos meses...
Mas eu Suzana, não podia deixar de expor aqui mesmo que contra a sua vontade, todo meu apreço e meus sinceros votos de paz interior para voce.
Tudo bem suzaninha, voce é e sempre será a boa gente da nossa turma, aquela que nao admite ver ninguem pra baixo, voce é aquela que detestaria ver qualquer pessoa dessa terra nessa tristeza profunda que voce se enfiou.
Mas você Suzana, tão inteligente, tao batalhadora tao amiga e tão esperta , como uma pessoa assim foi deixar se cair nesse buraco sem começo e sem fundo que esta agora?
Não voce suzana, tao bonita, tao instigante e com esse corpo de dar inveja em todas as mulheres na praia.
Mas oque adianta eu te dizer isso né? entao vou dizer que derrepente seja um conflito interno suzana,desses que voce tira de letra assim, brincando, num piscar de olhos.
Vamos fazer de conta entao que esse seja só mais um dos seus desafios diarios, esses compromissosinhos que voce esta acostumada a dar um jeitinho, aquele jeitinho que voce minha amiga dá em tudo.
Faça como aquela nossa amiga nos ensinou...
Faça de conta que ele, é só mais um afazer diario, que no final do dia vc resolve e pronto, rasga e poe fora na lata de lixo, deu ta feito, ta pronto, acabou suzana.
E cá pra nós , nem é esse tipo de homem que voce gosta, ele não é cavalheiro, não lhe da presentes nem nada, nao aparece de surpresa na sua casa, nao lhe faz declaraçoes de amor em pulico, não Suzana, nós sabemos que é disso que voce precisa.
Você é mulher de ser elogiada, de ser aplaudida sem datas comemorativas.
Voce é mulher de ser amada, de ser beijada e abraçada mesmo que em pensamento, todos os dias da tua vida.
Olhe pra voce suzana, ta parecendo uma personagem dessas que detesta , uma personagenzinha profana de novela mexicana, minha amiga, olhe pra voce , oque esta acontecendo?
Voce não é e nunca foi uma mulher fácil, tem uma fila de homens bem sucedidos e muito bem intencionados dando um dedinho para passar um final de semana do teu lado, loucos por um dos teus ilustres textos direcionados para eles.
Te vendo assim, começo a pensar que voce gosta mesmo é de desafios, mas desafio assim minha amiga, sem premiaçao no final, será que vale pena batalhar?
Como aquela musica do legião Urbana que voce gosta, melancolica que só voce, mas lembra? "Não me entrego sem lutar, tenho ainda coraçao..."
Só que Suzana meu amor, eu sempre briguei contigo por viver fugindo, tudo bem, tiveram vezes que peguei pesado, peguei no teu pé , te chamei de fraca, covarde, mas nao foi voce que disse, que não se luta , que nao adianta lutar pelo que ja está morto?
E suas amigas que precisam de voce? e o seu trabalho? e a sua fami´lia?
E aquela alegria contagiante que é sua e de mais ninguem?onde ela ta indo parar?
E o sonho de família, filhos e tudo mais, Criança, voce acha que ele é homem de se constituir família? Ele ao menos sabe suas dores, suas , seus traumas...
Como fica todo mundo que ta esperando um sorriso teu agora? uma mensagem carinhosa, todos os "euteamos" que voce desttribui por aí? todos aqueles que voce ensinou dizer eu te amo, e os que tem de ensunar ainda?
Não Suzana, não vai deixar eles descobrirem que é uma farsa essa sua pose de mulher decidida.
E as musicas que voce canta a cada frase que ouve? onde elas foram parar.
Tudo bem meu amor, eu concordo, o pódium que te colocaram é alto demais, voce nao ta mais conseguindo subir os degraus, voce quer chorar na chegada e sentar num canto sozinha, eu te entendo.
Mas não por ele, não dessa vez.
Mais uma chance eu pediria para voce dar, mas para voce.
Uma chance de ser voce denovo, voce ainda lembra que faz amigos em todas as filas de Porto Alegre? Que brinca com toda e qualquer situaçao?
E as tranças Suzana? Pra mim voce pode confessar que nao faz mais, porque receia que ele não goste, que voce nao se veste mais como uma indiazinha, nativa de como voce sempre adorou ser.
Tá valendo? Voce nem disse eu te amo ainda pra esse cara, entao, Volta minha amiga, ainda é tempo, nao vá viver nessa incostancia como esta, voce nunca foi inconstante,você é intensa lembra? Sai fora desse bosque de ninguem me viu, eu quero ficar sozinha porque essa não é voce, voce nunca foi assim, que que te deu?
Que bixo te mordeu? Voce me contou outro dia que nao pode nem beijar mordendo que é oque mais gosta de fazer, só porque ele nao gosta.
Que isso Suzana, voce esta parecendo uma cópia mal acabada de mulherzinha, oque tanto temeu ser, eu tenho certeza que dez dez janelas piscando vermelho no seu msn agora, porque voce ainda continua a mesma suzaninha que todos amam, entao
Volta minha amiga que ainda é tempo, corre pra cá, pras boas vibraçoes, vai cantar Bob marley como gosta, vai dançar até madrugada, vai escrever teus textos que eu tanto perco noite lendo, pois sei das noites que voce passa escrevendo.
Suzana meu amor, eu sei que é esse nome que quer dar pra sua filha, nome de mulher forte, decidida, querida e forte.
Você é forte, e essa lamuria nao combina com voce.
Vamos lá, levanta desse sofá amargo, desse barco furado que tu te meteu, a caneca é pequena pra tamanho rombo minha amiga.
Voce quem sempre deu as regras, sempre jogaram seu jogo, mas ta entregando assim, antes de terminar o primeiro tempo, Suzaninha, voce é mulher de decidir no penalty, nao na prorrogaçao como esse menino ta querendo.
Entao, se olha no espelho e repete comigo, quem é que manda!
Com muito carinho daquela que sempre ouviu seus conselhos , e com voce aprendeu a fazer direitinho.
Eu me amo, e voce é parte de mim por isso te amo tambem.
Fique com Deus e nao esquece que ele, por mais que as vezes possa parecer, mas ele , ele não dorme!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

A Moedinha...

Voce esta proibida de ficar triste, não voce, nao minha amiga glamurosa, que que houve pirou? me diz entao que raio de sonho maluco esse que eu tive essa noite, juro que eu queria era subir numa grande porca e ir até camaquã pra ver onde voce estava enfiada.
Eu vou enlouquecer, voce teem que vir aqui me dar uma força, não estou segurando a barra sozinha!
Eu que devia te dizer esta frase e não voce aparecer com aquela cara de dar dó no meu sonho.
Imagina, não voce, não a minha fortaleza, bom e o dia que acontece isso, eu vou estufar o peito e gritar bem alto :
- TA TUDO ERRADO!
Mas era só sonho...
Sempre quis ser sua amiga,Já te contei isso?
Eu via você, prima-irmã de yemanjá, com uma cara de preguiçosa e sempre alegre nas festinhas...
Uma canção do balão mágico
Risada colada na cara e bom humor, independente do dia
Eu sabia que dali saia uma luzinha forte
Uma luzinha que erradia por onde quer que você passe
Uma luzinha que diz, pessoal, cheguei, está na hora de sorrir
E então, eu queria ser sua amiga
Colava na galera , olhava suas fotos.
Torcia, pensava, articulava
Porque queria ser sua amiga
Hoje olho pra gente.
Eu aqui na tua casinha passando mal pra caramba, coca cola moranguinho bolachinha recheada e muitos sabonetes cremosos no banheiro( mas eu só usei um dia ta!)
Eu aqui dando muita risada e feliz comigo mesmo, conversando contigo aí, louca pra ta aqui dando aquelas gargalhadas esparafatosas de zunir os ouvidos...
Daí vou escrever no blog e tanto tempo depois e penso
Eu sabia do que estava falando
Só uma pessoa iluminada de verdade mantém sua luzinha acessa por tantos tempo
Disposta a dividir com todas as amigas o seu calor
E é por isso que fico feliz
Porque sempre quis ser sua amiga
Porque quando eu te vi, nao estou sendo a ansiã não, mas me vi em ti, voce é minha cópia registrada e autorizada, até a foto é parecida.
Voce confia nas pessoas sem pestanejar, mas nao por acaso, mas só porque a gente sabe que a construçao é de tijolinho macisso , nao de argamassa...
As pessoas devem pensar, mas que tanto né, recem se conheceram, mas a gente sabe, não é de agora não minha gente.È da madrugada como eu, pra que dormir né?
E se causamos uma pontinha de inveja,
Ah que mal que tem nisso? a felicidade causa inveja, a alegria e manifestaçoes de amor em dia claro causam invejas morbidas...
E a gente? Dá uma assopradinha, e quem gostou?
Canta pra subir meu bem, aqui é outro nível, é comunicaçao, é sentimento forte na veia, é cumplicidade total...
Não é conversa mole não, é que não é pra qualquer um, e hoje minha amiga, mais uma vez, derrpente voce se assuste mas, declaro sim meu amor por quem eu amo, porque como aquela poesia, sempre deixe quem voce ama com palavras bonitas pois voce nao sabe oque sera amanha, e sempre levei essa ao pé da letra, posso me enganar as vezes, mas voce minha amiga, nunca vai me decepcionar e eu prentendo fazer o mesmo...
Minha amiga , minha irma, minha fada madrinha, meus olho esquerdo teima em distorcer as imagens sometimes mas voce olha por mim, eu sei, mesmo longe as vezes, mas a Paulinha são meus olhinhos..
è muito amor né? Entaão te benze amiga pois onde ha amor ha inveja, sabe que eu tava pensando, que quando eu era pequena brincava com meus irmãos de esconder a pedrinha nas maos fechadas atras das costas, Sinto como se Deus tivesse feito a mesma coisa comigo, cruzou seus dois braços por trás e pediu que eu escolhece, só que não havia tampinha, não havia moedas, a escolha que ele me deu foi entre a riquesa e amor no coraçao.
Eu escolhi a tampinha, ou melhor, a paulinha,
sera que foi assim?
A gente acha que sim né?
Te amo daqui até onde nao se pode ver!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Travessia difícil é a da vida....

Estou sim adiando a nossa conversa. É muita coisa que fica perdida na tradução de um sentimento partido. Não vamos entender, nem eu e nem você. Tanta coisa incompreesível...
Sobre o quê iremos falar? Sobre o que você nunca disse? Ou sobre o que eu sempre tive que adivinhar?
Podemos então falar sobre a praia que sempre ficou nos esperando, que eu fiquei esperando, mas você não me levou. Podemos falar também sobre as fotos que eu sempre quis tirar, mas você nunca levou a máquina. Ou então a gente pode falar sobre todos os textos que eu escrevi para você, mas você nunca disse nada. Você gostou?
Essas coisas a gente pode sim falar, mas por favor, não me pergunte por que eu fui embora.
Eu fui embora porque um dia eu percebi que o amor não é mudo. Porque eu percebi que eu quero ficar rouca de tanto conversar de madrugada. Porque eu vi como o horizonte é infinito e eu quero andar nele até cansar. Eu fui embora porque eu vi como a vida estava me chamando e eu não podia mais deixar o tempo passar assim, tão à toa.
Certamente voce ja deve ter perdido as contas de quantos trofeus, quantos premios e tantas medalhas que já ganhou, mas o mais dificil deles voce esta deixando escapar assim, no ultimo minuto, pois eu sim, mais uma vez, estou quase dando as últimas braçadas...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

E tudo que eu andava fazendo e sendo eu não queria que ele visse nem soubesse, mas depois de pensar isso me deu um desgosto porque fui percebendo (...) que talvez eu não quisesse que ele soubesse que eu era eu, e eu era.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Sem voce não dá!


Ela não é hippie, mas ela conserva tudo que os hippies têm de melhor. A leveza...
Ana Carolina, nome de cantora,mas ela de cantar, só sabe funk, tem vergonha de manifestações públicas de afeto. Fica vermelhinha quando eu canto no meio do bar, djay aumenta o som, que eu ja to sem cal...., rsrsrs"Ti amuuuuuuuuuuuuuuuuu, meu”, ela vem toda fofoleta, pulando e abrançando forte.
Brava e levemente impaciente. A carol é uma das poucas que me dá bronca porque é sensata e dura na queda, possessiva e reclamona igualzita eu. Ela é fiel.Minha hiponguinha,toma uma cervejinha, e vai dando uma animadinha daqui, sobe o sambinha no sangue e quando ela entra numa pista de dança... ah, meu amigo, ninguém tira ela de lá .Mas é doce, me conhece e me sacou desde o começo. Ela sabe quando eu falo sério ou quando é só mumunhas de menina mimada.Cheia de caras e bocas, ela abraça minhas amigas de verdade. Acha graça na vida ...

A Carol é a contradição.Porque causa sentimentos contraditórios.Chora, grita e se descabela pelas razões mais banais. E 5 minutos depois está na pista de dança se acabando e dando boas risadas.A gente não sabe se ignora o drama ou se embarca junto nele. Porque a Carol é paixão pura. É inquietação, é pulsão de vida, é Eros pura. Ou melhor,a própria Afrodite: ciumenta, linda e cheia de poderes persoasivos.
Ela escreve muito bem e me orgulho muito disso,ela é mãe, tem um instinto maternal que ajuda no nosso convivio e faz declaraçoes de amor constantes como eu costumo fazer a nossas amigas e a ela própria.Ela enxerga olhos verdes por traz das minhas lentes de contato,ela é um dos meus amores revelaçao de 2008.
Ela é indomável e ao mesmo tempo tem o sorriso mais doce. É uma dose viciante de contradição que todo mundo deveria experimentar, isto é, se vc for um dos afortunados que ela escolher...Ela aceita tudo. Menos palmas:"tenho vergonha", ela diz.A gente? Respeita, afinal é o charme dela.Te amo minha amiga

sábado, 29 de novembro de 2008

Fulozinha

Cazinha, tem coisas que eu tenho que te falar , e elas aparecem num sabado tres horas da manha quando nao sei em que raios de camarote você deve ta metida...
A gente é bagunçada, atrapalhada, confusa...
Uma perde os prazos do TCC,a outra perde a esperança, briga, machuca, nunca aprende a dizer NÃO, se relaciona com as pessoas mais malucas.
Mas não nos cansamos te tentar conquistar algo: neles, na gente mesma, no mundo inteiro-- se for possível ( isso é síndrome de quem morou em Londres, vc sabe né?).
Agora que tá chegando o final do ano, vale a pena pensar nessas bobagens mesmo. Fazer um banho cheio de ervas cheirosas, deitar a cabeça no travesseiro e saber que vai sonhar a noite inteirinha e pensar quem a gente vai levar pra frente.
Tu tá comigo Cah. Nós, e a joaninha de toda sorte que 2009 guarda pra gente.E como sempre, no madness, no crazy things. JUST GETTING HIGHT WITH A LITTLE HELP FROM OUR FRIENDS.
Amigo secreto?
Amiga, beijos no cuore de quem precisa dos teus conselhos silenciosos.
te amo

domingo, 23 de novembro de 2008

Eu quis, secretamente, que ele não viesse.

Quis ficar em silêncio só com os meus sons.
Não quis escutar mais nada além de mim,
E nem ter que espalhar as minhas palavras pelos ouvidos dele.
Mas ele veio.
Ele veio e trouxe milhares de barulhos, cheiros e caras, dessas que ele faz pra tentar me seduzir.
Eu tive de dividir os meus sons com os dele.
Os meus cheiros com os dele.
Os meus pés também.
E tive que fazer aquelas caras que eu faço quando o resto do mundo não me interessa mais.
A gente riu: eu dele e ele de mim.
E então eu quis, secretamente, que os pés dele nunca mais andassem para longe dos meus.
Mas eles insistiram e estao em descompasso outra vez

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Ameixa- Ame-a ou Deixe-a

Se a tristeza vem só as vezes, é só um bucado, use-a pra fazer um samba.
E quando se sentir poderosa, tempere com humildade, que é um dos segredos da vida.
Quando sentir medo, tente entender se ele faz sentido ou se é apenas um auto boicote. E lembre-se: quanto mais medo, menos amor. O existencialismo é arcar com as consequecias da escolha. Qual dos dois voce quer pra voce?
Se voce gosta de fazer as coisas, nao se procupe com o final. Voce está aproveitando o caminho, que traz muito mais que a chegada.
Sair correndo, se esconder num buraco? Talvez voce precise apenas se reservar um pouco do mundo. Se guarde por um tempo no seu canto, onde voce se sinta a vontade pra transbordar tudo aquilo que é, sem se procupar com os olhos da reprovacao ou com a tentacao de cair na anulacao do eu para se sentir aceita pelo outro. E nesses momentos, grite bem alto suas palavras de ordem, as filosofias que acredita, para que voce de crédito a elas. Cada pessoa, uma verdade. Se voce confiar na sua, se sentirá mais tranquila com a dos outros também.
Seja sua melhor amiga, Bibilim, e sinta-se bem acompanhada para fazer as suas coisas a sós também.
Nao entre na minha: nada de se cobrar de mais, nem de menos. Gaste esse tempo fazendo.
Saudades é bom, minha querida. Também sinto muito e me destraio escrevendo isso pra você.
Nao se escravise, voce se preparou para isso que eu sei. Coloque suas 50 coisas em primeiro lugar, se sobrar tempo voce faz o restante, se nao, paciencia.
Seu quarto nao é mais seu?Seu pensamento e sua atençao tambem nao? Coloque-o abaixo e faça com que seja.Leia um livro que gosta, compre um novo.Ocupe se .Voce é boa nisso. Fez isso por mim, agora faca por voce.
Voce me emprestou um livro de 644 paginas e eu pensei quando acabar de ler ja vai ter passado...
Tambem estou com saudades,se voce quer saber aqui tambem ta doendo, voce nao tem que mudar, tem que continuar do jeitinho que voce é. Por isso nao se contamine, nao se polua.
Guarde com carinho tudo que voce construiu até aqui, tudo que é tao seu.
Eu estou aqui, voce esta aí, e tudo vai dar certo, pode acreditar!

sábado, 15 de novembro de 2008

Na vida quem perde o telhado ganha em troca as estrelas

Quando cada um dos seus filhos nasceram, você estava lá esperando por nós.
Quando abrimos nossos olhos pela primeira vez você estava lá sorrindo para cada um de nós.
Em cada primeiro aniversário você estava lá, festejando com cada um de seus filhos.
Nos momentos mais dificeis você sempre estava lá, dando seu apoio.
Nós sempre soubemos que você estaria do lado de cada um de nós.
Rimos juntos, choramos juntos, festejamos juntos. Fizemos muitas coisas juntos!
Sinto saudades de você na porta do meu quarto pedindo pra eu ir dormir, de você me acordando domingo demanhã para tomar chimarrão, de me buscar nas festas,de carregar minhas amigas como se fossem tuas filhas para cima e para baixo...
Saudade da tua comida, da batida de mamão,das panquecas...
De pegar marisco na beira da praia, de ir ate o fundão no mar...
Dss pizzas no sabado, da redençao, do amor pela família e a dedicação sempre, mesmo do teu modo brigão(como eu).

Você sempre nos ensinou tudo.Você nos ensinou a sermos fortes e justos.
Pai,
Foste um mouro de trabalho!
Nunca te vi parado,
mesmo doentinho,
mexias as pernas para nunca nos faltar nada,nos dando o melhor exemplo!
E eu nunca esqueci a tua lição!!!

A sermos integros e solidários.
A sermos honestos e sensíveis.
A termos garra.
VOCÊ só não nos ensinou a viver a vida sem VOCÊ. E está doendo demais a falta que você nos faz, pai!


Estamos morrendo de saudades de você, como você faz falta.
Como eu te amo.

Eu mesma ...

Meu Deeeuuussss!!!!!

Não lembrava como era maravilhoso voltar ser eu.
Ando sem tempo e sem espaço para ser eu, mas a ultima esperança é a que morre não é????
Estou sozinha em casa de vestido preto(nem lembrava mais que eu ficava tão bem de preto,) ouvindo nirvana e radiohead e guns a toda com muita coca cola gelada.
Voces nao imaginam o quanto é gostoso isso pra mim.
E eu voltei ser tão eu que nem escuto o barulho daquela meia duzia de pulseria fazendo barulho a cada movimento do meu braço e isso é muito bom...
Chego escutar no fundo a voz do meu pai dizendo pra minha mãe:
- mas desde quando essa guria gosta de Rock and Roll?
Coisa boa é ouvir a guitarra do Curt dedilhando : Im so happy cuz today ll found my friends....
E eu estou varrendo meu quarto e saio rodando com a vassoura na mao cantando IEIEIEIEIEEehhhhhhhhhhh!!!!!!!,

Então pessoalzinho do meu core, tenho um conselho e um convite para voces!:
Quando tiverem um tempinho sobrando, tentem relembrar as coisas boas, tentem o "ser eu", coloca aquele cdzinho do Oasis pra tocar, ou aquelas musiquinhas do tempo do Love songs da cidade que tal???E até Blink ta rolando aqui, nuoossaaaa
Aquela camisetinha poída do Aeroesmith, arrume as gavetas, leiam as velhas cartas, abram as caixas escondidas com as lembranças boas, com os recados, as fotos engraçadas...
No meu caso oque encontrei aqui foram umas fotos megaengraçadas,a sapatilha do ballet, as cartas de ex namorados, presentinhos,adesivos, roupa xadrez???
Eu sempre amei e queria saber desde quando e porque eu parei de usar roupa xadrez, e qdo foi tambem qdo foi eu eu troquei o cordao de crucifixo por esse escapulario e essa corrente de prata que arranha meu pescoço.
Faz tanto tempo mesmo pra eu lembrar os detalhes, mas deve ter sido quando eu tive que aprender e mostrar responsabilidade...
Algumas cifras de quando eu aprendi tocar violao, heheehe, dramatica e tempestuosa eu cantava assim :did i desapoint you??? ou gave bad tast in you mouf... u2tizinho ....
Mas é tao bom ser eu mesmo outra vez, e a eu mesma que eu encontrei hoje me disse que eu fico péssima de roupa colorida e esse monte de badulaque parecendo cigana.
Que eu devia colocar no lixo esses sapatinhos altos e usar aquele all star de botinha com a calça rasgada...
A eu mesma sabado detarde ia tocar violao na pracinha, e comer churros...
A eu mesma gostava de ir pra praia e encher o patio de cabanas e fazer muitas batidinhas de vodka e beber em garrafas pet partidas ao meio em forma de Big copo.
A eu mesma gostava e comia muito mais Paçoquinha do que barrinha de cereal, alias no tempo da eu mesma nem existia barrinha de cereal...
A eu mesmo nunca desgrudava do telefone e isso nao mudou...
A eu mesmo sempre teve cabelo preto e vida transparente...
A eu mesmo sempre quiz estar onde eu estou agora e com muitos compromissos.
No tempo que eu era eu mesma, eu pensava que um dia eu queria ter um monte de telefone pra atender e uma agenda toda rabiscada, compromissos a cumprir e a eu mesma ia chegar em casa cansadissima e cair na cama morta pedindo para ser engolida pelo mundo....
Hoje eu queria ser eu mesma denovo, dar a vida por um prato de pao de queijo e uma tarde jogando videogame com meu irmao.
A eu mesma ouvia mais bob marley tambem, e tinha um monte de pretendentes por perto....
A eu mesma de hoje veio me visitar e eu adorei a visita, a eu mesma de hoje continua sonhando em aprender tocar guitarra e cantar assim:

And all the roads that lead you there were winding
And all the lights that light the way are blinding
There are many things that I would like to say to you
But I don't know how

I said maybe
You're gonna be the one that saves me
And after all
You're my wonderwall


otimo sabado a todos!!!!

quarta-feira, 12 de novembro de 2008


Eu queria escrever alguma coisa, mas tenho medo que você leia e saia correndo. Eu tenho um medo constante de que as pessoas saiam correndo, mesmo porque as pessoas estão no direito de saírem correndo. Eu sempre saio correndo, bem mais do que o mundo todo. Acabei de terminar uma longa corrida, e não venci, porque não era dessas corridas que alguém na frente ganha. Não sei porquê exatamente, mas acho que eu não vou correr de você. Só que eu não tenho certeza ainda. Então eu deixo o meu tênis ali, só para garantir.
Você é uma coisa muito maluca. Uma doidera que eu não pedi, uma soma do que eu não desejo, uma ausência do que eu preciso, uma explosão de bom humor. Você não tem tempo nem espaço, você não é deste planeta. Veio de passagem pra fazer uma baguncinha qualquer, me mostrar que as coisas são bem mais relax do que eu imagino. Você tem o tempo em suas mãos. Você é uma espécie que ninguém imaginava, pra calar a boca daqueles que sempre acreditam conhecer as pessoas. Você é um doce de goiaba, uma brincadeira de malandro....

domingo, 9 de novembro de 2008

LiLiam Wichmann - Meu Copo de Leite Desnatado


Há de controlar a ansiedade minha amiga.
Vamos começar lembrando algumas coisas? alguns episódios e algumas cenas?
Nós selamos nossa amizade no quartier latin lembra?
Por que tu dançava balançando o cabelo e eu disse pra alguem, olha ela parece a pampa cat...
Vejamos, a primeira, aquela que inspirou um dos primeiros apelidinhos bobinhos desses que eu adoro inventar...
Depois vieram outras festinhas, conversinhas, msn s e tal e coisa e coisa e tal...
Um dia eu postei " tristinha" no meu nick do msn e outra vez voce chegou primeiro me fazendo um convite irrecusável, vamos sair, vamos pra gramado que tal? a gente vai se divertir e tu vai sair dessa fossa desgraçada.
Daí eu estava digitando, estou muito feliz por ter te conhecido e ja me sinto melhor, mas outra vez ela chegou primeiro dizendo: Sú, pode contar comigo.
Tá bom ou quer mais?
Lembra da gente no quartinho da pousada em gramado?
"Ai sú, eu to cansada de te esperar´, só ta faltando tu terminar pra gente sair...
Porque???Porque ela entrou no chuveiro correndo, ja tava com a roupinha que ia usar montada na cabeça e a maquiagem decorada, porque mais uma vez, chegou primeiro, pensou primeiro se meteu na frente e pronto...
Ela demora mas sempre fica pronta antes que eu e eu fico putadacara qdo ela diz, só estamos te esperando.
Porque ela é esperta , ela é apressada, ela passa na frente, ela rouba o espelho, ela fura a fila e sempre chega antes.
Mas tudo que eu estou falando , minha amiga, nunca, nunca lhe soaria como uma crítica sabe porque? Porque eu pensei que eu era a mulher mais ansiosa desse universinho maluco que a gente vive, até te conhecer...
Não é egoísmo, não é agilidade, não é rapidez, nao é ums er egocentrico, é a minha amiga linda que me deixou" M E G A O R G U L H O S A" quando começou falar alemao???? isso mesmo alemão na fila do mac donalds...
Que inveja né, imagina a quantidade de mulher descotovelada que deve ter caindo de ódio agora depois de fuçar aqui e ler isso de ti?
Tem noçao????
Tem sim, porque alem de bonita, sensual, provocante, tu é inteligente educada, cozinheira de mão cheia, e nao é cozinheirinha nao, ela faz delicias, ela fala bonito, ela escreve direito porque nao é qualquer uma, ela é "PHINA" assim mesmo com PH, phineza total, empresária responsavel e mais e de futuro certo.
Uma das pessoas mais ansiosas, mais querida, mais dedicada, ela entra de alma e coraçao, e na amizade tambem, e sempre fica tontinha cedo, aiaiaia, mais uma vez, porque ??? precisa dizer???
Porque ela chega na frente e vai pegando uma BeBiDiNhA....
Ela é um sachezinho daqueles de mel sabe? que adocica a vida da gente.
Eu conto um monte de coisas e ela adora ouvir as babaquices que eu conto, e ela me deixa vermelha depois falando, sua putiiiinhaaaaa, hahahaha
Ela diz que eu penso mesmo como um homenzinho...
Ela enche a boca pra dizer : mas tu é mesmo Irredutível, e me faz concordar...
Eu chingo muito ela, eu gosto demais da conta desse mulherzaozaozarrao....
Ela fala mansinho, é mimadinha, mas é querida é acolhedora, ela trata bem e ela da sem esperar o retorno, ela faz por merecer.
talvez isso lhe pareça um pedido de desculpa por lhe dever satisfaçoes por esses ultimos dias, e tenha certeza, é sim um pedido de desculpas.
Desculpa minha amiga, por eu nao aceitar o teu choro, por eu querer que tu seja tao forte, desculpa por nao estar do teu lado as ultimas vezes que tu precisou, que tu fez mãnha, sabe porque, é que eu quero que tu aprenda minha amiga,que tu entenda que chegar primeiro não é só mérito de pessoas previnidas,e sim um sintominha gostoso ansiedade, amiga, tu é ansiosa pela vida, ansiosa pelas coisas, ansiosa pelo amor todo que tem nesse coraçaozinho explodindo de amor e dedicaçao.
Quem chega antes aprende antes, e antes que tu previa esta colhendo os frutos, porque nada é por acaso,e a gente chega antes juntas, ou melhor chega juntas antes.
Tu ta me entendendo?Nós sofremos a mesma dor, uma dor que dói la no fundo, dói de chorar lagrimas de sangue, dói de querer sumir desse mundo hipocrita e ridiculo.
A gente cresceu antes, a gente aprendeu antes e a gente sofreu antes.
Ha de controlar essa ansiedade.
Conheci poquissimas pessoas com a tua coragem e com teu carinho.
E tá assim ó de gente querendo dar tudo pra ter uma amiga como tu, assim, amiga, que entrega o coraçaozinho, que nao mede o tamanho do sentimento, que sente e pronto, depois se ve depois se arruma, depois se chora.
E confesso que hoje voce conseguiu me dobrar,eu queria dizer coisas que nao disse, porque pessoas como tu nao merecem ouvir meus conselhos de menina sofrida, porque é muita magica na vida, é muito brilho no teu olhar que nao me atrevi a te dizer :
- Minha amiga, a vida é assim mesmo, ta cheio de gente que nao merece sequer uma casquinha do teu esmalte descascado.

Porque tu vive intensamente, e tu esta certa, eu é que nao tenho mais conserto mesmo, é coisa de mulher calejada,dolorinha...
Eu queria te dizer pra tu mudar, pra tu maneirar, pra tu tentar segurar, o riso, o abraço, os pés no chao...
Mas oque eu nao tenho o direito de te pedir , é pra tu segurar o coraçao, porque se eu pudesse , ia viver assim sem medo como tu.
Corajosa,é assim que chama?
Minhas palavras quase sempre sao as mesmas,nao gosto muito de mudar.
Mas sera que é essa palavra que te descreve?
Corajosa é nao medir o sentimento, o afeto, a dedicaçao?
Corajosa é tomar tequila e dançar sem olhar pro chao?
Corajosa é colocar as pernas mais lindas da noite de fora e sorrir pras recalcadas?
Ou é estacionar o carro fora do estacionamento? Ou é sair pela noite afora catando as amigas cada uma em um canto da cidade?
Ou é assumir uma familia como se fosse a mãe da casa?
Será que corajosa quer dizer, eu faço oque eu bem entendo da minha vida e nao me importo com oque podem falar ou pensar?
Acho que encontrei a definiçao não é?
Corajosa sim, minha amiga, tu é linda, gostosa, safadoooona, teuda e manteúda, e eu detesto parar do teu lado na festa porque voce ofusca meu brilho.
E vc gosta tanto de chegar primeiro que colocou esses litros de silicone né???
Brincadeira,minha flor, meu copo de leite desnatado.
Eu te amo, e prometo que serei mais atenciosa.
Que vou tentar criticar menos, mas nunca vou passar a mao por cima.
Eu vou estar aqui sempre, mas nao esquece, que se eu fosse homem eu casava contigo só pra comer Pianoni e nega maluca todos os dias!!!hehehe
Eu te amo, do fundinho do meu coraçao Lilian Wichmann .
(agora pode criticar os erros, pq nem que vc me prometa que vai espalhar pra todo mundo que uma futura escritora promissorissima escreve erros gravissimos de portugues, vai me fazer voltar atraz e revisar o texto as duas da manha...hehe)
Beijos com carinho.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Promíscuo


Entre panos e cores, você aparece de novo. Faz uma brincadeira, abraça aquele abraço que tira meus pés do chão. Eu caço só o rastrinhos dos olhos fechados. E quero roubar seus óculos para você nunca mais olhar ninguém desse jeito que você olha pra mim. E você aperta minha mão. Ah... esse coração sitiado, cheio de grades por todos os cantos. Afeto escorrendo pelos buraquinhos, escapados nas frestrinhas de luz. Como é possível se sentir tão segura perto de alguém tao inseguro? A gente não se aguenta ... será que você pode rir mais um pouquinho? Esse riso, virado pro mundo? É que você sorri prometendo tudo- embrulhado em ouro. Vamos subir em silêncio até o céu e pintá-lo de azul? I was born to love magic. Você, passageiro - usocapião :) de pensamentos perdidos. Pega aquela garrafa de agua ali, vai...
Quando você foi embora eu descobri que nada é definitivo. Quando eu fui embora eu estava com medo de ficar definitiva. Hoje eu só quero que dure até amanhã.

sábado, 18 de outubro de 2008

Paulinha


Já falei dela aqui,mas vi essa foto hoje e me inspirei.Eu sempre digo que tem uma amiga pra cada hora e ocasião. Tem umas que não adianta vc querer ir pra balada e outras não são boas de ouvir a gente chorar as pitangas. Mas essa aí é meu amor.Fomos apresentadas pela cazinha, ou melhor presenteadas.
Ela é minha leitora assidua sabiam?
A Paulinha e eu sem mais nem menos viramos amigas de verdade, e isso sem precisarmos nos vermos todos os dias digo "fisicamente", estamos juntas, ela conhece minha ´voz, sabe exatamente oque quero dizer quando troco niks no msn, le meus email s kilométricos e ta sempre on line pra mim!
Nada minha gente, nem textos elogiadíssimos, nem o abraço mais sincero, nem um MBA international surrond, se compara a certeza que nós temos que nos conhecemos de outras vidas,e nós duas temos uma dívida enorme com o Cah, a de ter feito nós nos reencontrado!
Podem vir muitos apelidos desses que eu adoro inventar e incluir no nosso vocabulário mas nós seremos Pampas enternas!
Essa minha amiga ela tem o coraçao enorme, ela é linda, cativante,é forte mesmo, opnião formada e contudo consegue ser doce.
Ela chora? igualzinho a gente
Solta uma gargalhada daquelas que eu escuto daqui mesmo ela estando la em camaqua as vezes, ela é nossa caipira sim, mas é cheia de pose, chiquéeeeeeeeeeeeerrima, moderníssima sempre cheia de novidades, roupas de dar inveja na gente né meninas?
Sorte de quem tem a Paulinha por perto, sorte de quem respeita e valoriza a Paulinha, sorte minha de estar aqui escrevendo agora e sabendo que ela vai amar e vai chorar porque ela ta meio tristoldazinha eu sei,e vai dizer, porque tu fez isso? pra me ver chorar?
Não, amiga, foi pra te lembrar que como nos nossos emails a gente fala, estou sempre do teu lado, mesmo que tu nao veja!
E eu tenho certeza que vamos ser amigas pra sempre, que teremos filhotinhos lindos, maridos maravilhosos e vamos beber muita champagne, amarula e pinga junto.
Pinga sim, sabe aquelas de buteco? Porque nao tem tempo, lugar, nem preço nem status nem nada que pague a alegria de saber que sempre tem alguem pensando: Onde sera que esta minha amiga agora?
E eu sou assim, superprotetora e sempre serei e voces podem ficar braba mas eu sou a mais velha e tenho direito sim de sempre meter o meu grande bedelho na vida de todas!
Ela é minha companheira de mio. Explico: é difícil achar, hoje em dia, manhosas de verdade. Digo, genuinamente manhosas, não do tipo "falseta", que fazem manha só para conseguir qualquer bobagem. É manha inerente, que tá no sangue.
Eu morro de saudades e divido, todos os dias, minhas coisas com ela em pensamento.
E a gente sabe uma da outra, e o melhor dessa amizade?
Nao precisa pronunciar, cumplicidade total mesmo!
Eu sei que ela agora ta tomando umas, contando causos, com um blush rosa na bochecha,pensando no que vai fazer...
Deve ta fumando um daqueles cigarrinhos caríssimos de menta, bebiscando uma vodkazinha e louca pra voltar pra casa se atirar na cama e afogar o choro no travisseiro.
Mas antes vai abrir o orkut porque eu conheço muito bem...
Então quero te dizer que enquanto tu ta aí kilometros de distancia da tua amiga aqui eu to sim pensando em ti,mandando boas vibraçoes e te dizendo que tu é o melhor presente de 2008 que tu pode me ligar demanha demadrugada dia de sol e de temporal, pq tu é minha mana, minha amiga, minha pra sempre patricinha enrolada em roupinhas de grife e unhas cuidadosamente pintadinhas!
Agora, deu né? Chega de drama, chega de internet, pode fumar o ultimo cigarrinho, escovar o a aparelho colocar o pijama e um perfuminho e conversar um pouquinho com o cara lá de cima! POrque amanha é outro dia, e vai fazer um sol de 30 graus e vai ser só alegria!
Te amo daqui até onde nao se pode ver, nem de lente de contato!

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Acontece!!!!!!!!!!


... e aí que eu não ia beber muito, tava tomando remedio, queria fugir....
ia voltar cedo para casa porque era só uma reuniãozinha de meninas no pub.
Papo vai, papo vem, uma se empolga, a outra conta que pegou o ex no flagra ,a outra que esta indecisa, a outra que quer morrer de tanto arrependimento, uma outrinha com o namoro engrenando que nem moinho, aí desce mais uma gelada,uma cervejinha, uma champagne, e vem caipirinha, vai cachacinha. Uma chora as pitangas, a outra conta que está saindo com um cara, ou melhor, um menino 4 anos mais novo. Fala bem, fala mal - risadas estridentes. E maaaaaaais cerveja. Vai dando aquela animadinha (né amoras?), sabe? O musiquinha começa a ecoar na cabeça “ evebody is freee, o tom de voz cobeça a subir, as meninas se abraçam. Até que, uma- querida-papaanjo-ciumenta solta um: “vamos nos acabar hoje, meninas? vai ter música boa”. Ok, vcs sabem o que é um galinheiro? Agora imagina um galinheiro gracioso e levemente embriagado: isso era a nossa mesa na festa. Vai uma, duas, três... mil meninas patinando, rumo à tal da festa. Detalhe: besteiras que a gente fazia quando nem tínhamos carta de motorista - bebidinhas, beijinhos,ciuminhos, a ex do ex do ex, o maldito ex,"me serve uma coisa forte aih por favor?"uns tombinhos,a amorinha sentada no canto da festa, a outra com um vestido "é hoje Papai!", uminha beijando geral no maior estilo Madre tereza de calcuta, e ela pode, porque engana bonito se voces querem saber! um charminho, mas afinal, quem se importa com isso quando o mundo é cor-de-rosa e verde e tudo que se quer e "rastar o pé e beber pra esquecer " em uma pistinha? Animadinha vai, animadinha vem. Conhece um, dispensa o outro, baila um pouquinho, segura um pouquinho e... 4:30 alguém desmaia na cama com a cabeça latejando,eu tiro o sapato de uma, atendo a outra que e mandou com o Dom Juan e liga pergutando:voces estao bravas comigo? A outra F-U-R-A-O-L-H-O apertando o interfone e eu de pantufa lembrando que despensei o garoto propaganda e detalhe "mais desputado da festa" ufa! Lá no fundinho ainda dá pra ouvir:Posso ter bebido um pouco só pra relaxar, só pra relaxar???

E os meninos? Coitados,felizes como dia de grenal !
Amo amorinhas do meu cuore!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Meu Xodó


Ela gosta de praia como eu, vestido.de cores fortes. O samba é a trilha sonora de nossas vidas, "nada de coisas pesadas" porque nos rimos e choramos equilibradamente. As letras do samba são assim, como nosotras. Tem certos dias que o que rege é: "Tire seu sorriso do caminho, que eu quero passar com a minha dor". Tem outros que é bem assim: "Deixa a vida me levar, vida leva eu..." Uma lágrima, uma risada, gargalhada.

Ela mora na Quintino esquina com o restaurante que traz umadas minhas melhores lembranças, pertinho das minhas piores saudades.
Ela é meu xodó. Ainda não tem a palavra xodó no dicionário. Mas o que eu quero dizer é que ela mora na curvinha do meu coração.
Ela tem o pezinho pequeno mas bem pesado de chumbinho mesmo e as maos cravadas no volante.
Cada dia que passa eu acho um apelido novo para ela!
Foi ela que me apresentou para as pessoas mais especiais e ela tambem quearmou um encontro maravilhoso para mim sem mesmo saber...
Ela não é egoista, ela não é vulgar, ela não é mesquinha!
Sempre com as bolsas mais bonitas, grampinhos no cabelo e a melhor música no som do carro. Sabe usar ironia sem ser inconveniente. Sabe ser espirituosa sem ser engraçadinha. Ela tem o humor na medida certa. É de longe melhor anfitriã, tem as palavras perfeitas e sempre alguma estrela cadente escondida na manga.
Ela é a mais fiel e livre de julgamentos. É o meu xodó porque sabe de cada coisinha estranha que passa na minha cabeça. E aceita tudo isso com o maior amor.
Ela ri da minha cara, quase toda a hora e nao tem vergonha disso!

Ela abre um sorriso branquinho e diz: vc está intimada a ir comigo para x,y,z lugar. E tem como negar?
Ela é pequenininha, tem um olho cor de mel e uma pele da cor do pecado. É cheirosa sempre. Aliás, na outra encarnação deve ter sido uma flor.Adora um por-do-sol, umas mumunhas, uma mainha, uma cervejinha e um vinhozinho, "ah, pode uma porção de batatinha também?". Ela é uma menina que virou mulher, que cresceu, que conseguiu lidar com isso.
Ela é firme e forte sempre, a gente da uma escorregadinha, umas champanhotinhas, umas bebidinhas, umas vodikazinhas mas sempre lembrando "nunca mulherzinhas"
A Amiga que eu escolhi para ser minha, e ta comigo e ta do meu lado e forever, nunca nega uma caroninha, e chega sempre toda faceira cheia de pulseirinhs vip na mao dizendo : Vamos amiga? pode subir!
Ela é meu doce mais doce que batata doce e eu confio nela, até debaixo dagua ate com o ouvido cheio dagua e ate sem lente de contato.
Porque ela é meu xodózinho!
Ela tem um caminho a seguir, é guiada pelos pezinhos e pelos familia enorme de parentes e amigos que tem. Se na vida passada ela foi uma flor , na próxima será um pássaro. Eita frasquinho que gosta de voar! E não é que é verdade que nos menores frascos se escondem os melhores perfumes?

Te amo xodozinho!

domingo, 5 de outubro de 2008

PS

Quando você me disse “ele não me ama mais” – para não dizer logo de uma vez “ele deu no pé porque nunca me amou, eu sei” -, tive vontade de largar tudo, às 16h20 da tarde de quinta-feira, para ir até aí te dar um grande abraço.

Minha vontade era te segurar, amiga, como se você fosse uma extensão de mim mesma. Eu seria capaz de tudo, ou quase, para trazer você de volta da tristeza em que entrou.

O problema aconteceu nos dias que sucederam essa primeira notícia. Você quis ser a CDF moderninha, quis mostrar que leu toda a cartilha da Simone (sim, a de Beauvoir) e, pronto, deu pra bancar a mulherzinha a fim de não perder seu homem (e, veja bem, nesse caso o verbo “dar” não quer dizer “começar”).


Claro que eu, tonta que sou, na realidade disse apenas que tomasse cuidado. Falei que a gente poderia dar um jeito de você se sentir menos sozinha, que meu amigo tem uma amigo que é amigo do amigo do fulano que é um cara genial e bom de cama, e que, como tudo na vida, sua fase passaria. Tola eu, tão boazinha...

Aliás, não só eu. Lembro-me bem de quando eu fui a otária da parada.
Sei exatamente como foi que você tapou o meu sol: com a peneira, claro. Eu queria ouvir que ele ia mudar e eu ia aceitar fazer um acordo e continuar tudo numa boa. Você, toda doce, descolou um coral para cantar o eco da minha vontade.

Ai, nós mulheres. Tão otárias. Sempre com esse eterno cuidado com as palavras. Temerosas com os estragos que podemos causar no coração dos outros. Melindrosas ao lidar com as amigas. E, claro, doutorandas na arte de suavizar as cretinicesses ligadas ao cromossomo “y”. Quanta incompetência.

È só uma fase bruxolinda, e te ver aí sentada tomando chá com cara de quem nao ta esperando mais nada me assusta e nem parece aquela que chegou aqui cantando pra mim "dont wanna short dick man" aquele dia. love forever!

Telepatia


Até que enfim descobri o problema.
É a falta de comunicação.
Não por não ter o que dizer ou por falar na hora errada.
Por não saber falar.
Não saber se comunicar, nem com passarinhos, nem com namorado, nem com ninguém.
Só com Deus mesmo, porque com Deus, pode ser por telepatia.
Ele ouve os pensamentos, pedidos, rezas, tudo o que vier da cabeça e do coração.
Que fácil.
Essa é a comunicação que flui e sai naturalmente,
as palavras voam, se organizam, são explícitas.
Desculpem por emails, ou cartas ou silêncio.
Mas a única forma que descobri de brigar, explicar e expressar
foi essa,
que só Deus escuta.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Nadando contra corrente, so pra exercitar...

Alguém me disse certa vez que depois que inventaram desculpas, todo mundo acha que pode viver errando. Eu não acredito nisso. Acho que pedir desculpas só é suficiente quando o erro não se repete mais. Pedir desculpas é se redimir, é baixar a cabeça e admitir que andou fazendo (pensando) o que não era certo. E por isso eu não quero pedir desculpas, porque sei que elas vão soar no seu ouvido como um filme de sessão da tarde: Repetitivo, você já sabe o final. Eu escrevo uma cartinha colorida, passo uma tarde na sua casa, choro no seu ombro, depois a gente ri, se abraça e fica tudo bem por um certo tempo. Mas aí as coisas voltam a ser como eram antes algumas semanas depois. Ok, eu também já vi esse filme e não quero convidá-la pra assistir novamente.
Ontem cheguei cedo em casa, deitei na cama e fiquei olhando pras minhas estrelas de plástico. Há bem pouco tempo atrás elas não estavam ali me fazendo companhia e eu percebi quanta coisa mudou nesses últimos tempos. Andei fazendo trocas inconscientes e quando percebi já havia afastado de mim um sem número de hábitos, coisas e pessoas. Hoje meu telefone não toca mais insistentemente nos finais de semana meu celular muitas vezes passa o dia desligado, minha caixa de e-mails nunca está lotada e eu tenho produzido mais no trabalho.
Eu estou bem comigo mesma, estou dando valor a coisas que eu simplesmente ignorava. Tracei minha vida, determinei horários, trabalho quando devo, converso quando quero, escrevo quando preciso. Hoje tenho liberdade de sair do trabalho e ir bater perna por aí se estiver com vontade, de andar sozinha pelas ruas e entrar em lojas baratas pra comprar bobagens, comer no burguer king até doer, tomar um ônibus diferente pra ir pra casa, visitar minhas amigas. Fazer o que eu quero fazer.
Antes não tinha vontade de sair ou ver ninguém, passava dias inteiros enfiada no quarto lendo, cantando ou simplesmente dormindo e vinha trabalhar na segunda feira com a sensação de que não tinha feito nada que se aproveitasse de verdade. Os telefones tocavam e eu ignorava. Os convites vinham e eu inventava uma desculpa qualquer. Uma preguiça de viver que me machucava mais do que me fazia bem. As cobranças começaram. E foi aí que eu precisei de alguém pra ouvir um texto novo que eu havia escrito, pra ir pro cinema comigo ver aquele filme que havia estreado, pra falar das coisas do mundo que pareciam mortas pra mim. Mas eu não movi um músculo. Não fiz qualquer movimento pra mudar isso. Continuei lendo sozinha em voz alta os meus textos novos, ou algum interessante que eu encontrava na net, deixando os cinemas de lado, matando ainda mais as coisas do mundo. E o mais engraçado disso tudo é que eu me sentia bem. Eu não sentia falta. O que eu mais queria era acordar cedo trabalhar e ir pra academia no final do dia, me atirar na piscina e
FODA SE SE O CHEIRO DE CLORO ME LEMBRAVA VOCE.

Eu me acostumei ao que antes me incomodava e fiz disso a minha nova vida.
Eu mudei, meu amigo. Mudei mais rápido do que pude perceber e eu não escolhi isso. Não foi algo que eu decidi, tipo, acordei hoje e agora quero ser assim. Não. Aconteceu. Quando me dei conta muitas de minhas mudanças já tinham ocorrido de forma irreversível. Afastei você e outras tantas pessoas que importavam pra mim da minha vida e não deixei que ninguém mais entrasse nela e eu nem se quer percebi isso. Claro que as mais insistentes ainda estão por aqui e a elas eu devo muito. Afinal, elas aceitaram todos as minhas recusas, brigaram comigo diversas vezes, bateram o telefone na minha cara ou deixaram mensagens grosseiras na minha caixa postal, mas nunca deixaram de me procurar quando sentiram a minha falta. Elas aceitaram as minhas crises e a minha nova realidade a duras penas, no meio de conversas sem argumentos e muitas lágrimas pra preencher o que eu não conseguia explicar. Elas foram na minha casa, me arrastaram pelo braço e me mostraram que ainda existia alegria lá fora,que eu continuava sendo a alegria delas.
Eu podia ter sido mais flexível que voce, mas na quiz e te joguei na lata do lixo, e isso foi uma opçao minha, as atitudes foram minhas, as iniciativas foram minhas, e voce ficou parado esperando eu falar, esperando e eu nao esperei, eu fui lá fui mulher grande como sou, nao quiz pagar pra ver.Eu sabia oque iria acontecer.
E eu não quero e nem posso cobrar isso de você porque as pessoas são diferentes. Eu não tenho esse direito. A sua vida seguiu a parte de mim e sei que volta e meia a gente se perguntava: ‘O que foi que aconteceu com a gente?’ ‘Onde foi que eu errei, afinal?’ Hoje eu só queria te dar essas respostas.
Você não errou. Você esperou.
Eu não errei. Eu mudei.
Nossos caminhos se abriram e a gente tomou outros rumos. Hoje eu sou uma pessoa que você não consegue entender, mas que quer manter ao seu lado. Hoje você é uma pessoa que eu sempre consegui entender e que ainda quero, sim,por perto, mas so quando estiver em paz e tiver coisa para me faer brilhar os ohos caso contrario, sim eu desejo bloquear este contato.
Mudar não é fácil, muito menos quando não se espera. As pessoas se afastam de você, não te entendem, cobram que você ressuscite seja lá de onde se perdeu. Mas eu mudei e não escolhi isso. Existem coisas que não me interessam mais e outras tantas que me incomodam e isso nada tem a ver com o seu comportamento ou com o de quem quer que seja. Só tem a ver comigo, com o que eu penso e com o que eu acredito. Eu não sei o nome do que aconteceu comigo, nem sei se tem volta, tampouco se ainda existe em mim pedaços daquela menina que você conheceu há uns tempos atras. Não posso pedir pra você entender o que nem eu mesma entendo. Eu só queria que você nunca duvidasse do que eu sinto, porque isso não mudou. Lembro que no seu cartão de aniversário desse ano eu escrevi que "voce muitas vezes vai ouvir eu dizer que tenho a maior sorte do mundo de ter conhecido voce" E a única coisa que eu queria te dizer hoje é que embora muitas coisas aconteceram prefiro ficar com aquela sua frase "o tempo que que for preciso para eu ficar contigo" e isso basta por hoje boy, sei que voce vem aqui procurar algum sinal meu, como anda minha vida oque ando fazendo.
Saudade, isso que senti enquanto escrevi esse post, e é o mesmo que voce sentiu para vir ate aqui!
As coisas mudam, e queria dizer te depois de ontem :
"Perdoa, nao poder te olhar mais com os olhos da primeira vez"

segunda-feira, 22 de setembro de 2008




Por que foges, beija-flor?

Não vês que te espero?
Não sabes onde estou?
Eu vi o sol nascer
-E morrer tantas vezes.
A ti eu vi tão pouco,
Não fujas de mim.
Ei, beija-flor,
Me dê um de teus beijos:
Não vês que sou flor?

domingo, 21 de setembro de 2008

Se voce quizer eu vou te dar um amor desses de cinema!!!!

è Primavera!!!!!!!!!!!!


Mas eu fiz de tudo pra que você também visse. Visse que era eu, a tal pessoa especial. Fiz de tudo pra que você também sentisse, que era eu e mais ninguem. Fui inteligente, fui linda, fui magra, engraçada, fui triste, fiz charme, fui forte, fui frágil, fui alegre, de bem com a vida, meiga, gentil, fui grossa, alta, esperta, fui sonsa, loira, ruiva,morena. Contei piadas, cantei tragédias,liguei, não atendi, fiz poemas e não mandei, mandei poemas que não fiz. Escutei músicas que gostava, gostei das músicas que ouvi, desgostei, comentei, calei. Fui a mais ousada, a mais tímida, a mais tua,a mais fiel, a única. Falei de sentimentos, fingi que não sentia. Te mostrei os meus ritmos, entrei na tua dança. Quis você todos os dias, esnobei tua presença. Fui a mais menina, a mais mulher, fui companheira, amiga , fiel conselheira, fui presente, distante,te contei meus segredos, neguei meus abraços. Fui burra. Fiz de tudo pra ser tudo o que sempre quis, de todas as formas, de todos os jeitos.

Ouvi dizer que me amava, quando já não me importava. *

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Estou tao feliz!
tenho amigas lindas, carinhosas, dedicadíssimas, todas gente finissimas
uma familia entao nota dois milhoese e meio
e algo mais coraçaozinho que nao conto
Por uma barra de chocolate? nao conto!!!
POr um chimarrao bem gostoso? nao conto!!!
Por um livro novo da martha e do carpinejar? PQP assim é covardia!mas nao conto!

Nao conto,nao conto nao conto

nem sob tortura, a felicidade incomoda a Ticci me ensinou isso: - Sabe qual o problema nega? tu anuncia tua felicidade aos quatro cantos, nao se pode fazer isso diz ela com cara de brava de mentira.
Entao nao conto.

Aproveitando o post pra dizer te minha bruxoldinha
Te amo muito
daqui a te onde nao se enxerga minha Ticci.
Otimo findi a todos
AloHa!!!

quarta-feira, 10 de setembro de 2008


Meu amor,

Estou o deixando. Vou deixar as chaves em cima da mesa. E o meu cheiro no seu travesseiro. Não precisa acordar, pode continuar dormindo. Estou o deixando porque você não tem segurado a minha mão. Você sempre dizia que eu não gostava de andar de mãos dadas, e eu sempre deixava para lá, mas eu queria segurar a sua mão. Porque eu estava insegura, porque eu queria sentir o seu calor enquanto caminhávamos, porque eu queria lembrar que você estava ao meu lado naquela hora. Mas você não a segurou. Não me importo se você tinha as suas dúvidas, mas eu me importo se as respostas fossem demorar para sempre para chegar, se é que um dia chegariam de fato. Estou o deixando, mas eu sei que é com a cabeça. Eu sei de quanto em quanto tempo irei lembrar do seu rosto e dos seus olhos olhando para mim. Tenho certeza que você inventou aquele olhar só para me agradar. Mas você não queria agradar demais, então logo desviava o olhar para o horizonte. Eu estou partindo. Eu queria rasgar essa carta e me deitar ao seu lado novamente, mas eu sei que amanhã voce vai continuar não segurando a minha mão e fazendo declarações pela metade. Eu sei que nos dois continuaremos com pressa, que vamos continuar sempre correndo. As suas dúvidas não vão acabar amanhã,as minhas tambem nao irão, por isso estou indo embora. Mas não se esqueça, meu amor: meu cheiro está no seu travesseiro, cuide dele para mim.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Aprendi,reaprendi e outras cositas mas



Faltando tres meses para o fim do ano fiz um pequeno balanço em uma das minhas nada anormais noites de insonia regada a muito chazinho e mingau.
è incrível como o tempo cura não é?
As vezes paramos para pensar e percebemos que as vezes acabamos dando uma exagerada....
Colocando na balança tudo que aconteceu esse ano eu lembrei e algumas coisas algumas cenas, algumas atitudes que tive ao longo de 2008. Eu podia ter sido mais atenciosa, lógico que podia.
Podia ter explodido menos, obviamente podia.
Ter entendido tambem, ou pelo meno me esforçado um pouco mais para entender que trabalho é trabalho e não importa qual seja ele, é oque escolhemos e ele nos exige tempo, dedicação, regras, horarios, etc...
Podia ter sido mais compreensiva, ter elogiado mais, e nao só o anel da vendedora para ganhar um desconto, mas tambem a dedicaçao de quem estava ao meu lado dando mais do que era acostumado a dar...
Dei muita atençao para as "minhas coisas", para a minha vida, meu trabalho, minhas obrigaçoes e minhas manias.
Devia ter feito uma divisao mais acirrada entre minha vontade e a vontade alheia.
Aprendi a gostar de agrião.
Aprendi formatar computadores.
Aprendi que neu peso nunca vai passar de 54,mesmo eu comendo tuuuudoooo que eu quizer
Aprendi mexer na bills, configurar modem pelo administrador...
Me acostumei com custo a nao passar creme no corpo porque aprendi a gostar do cheiro de cloro e conviver com ele e a saudade que ele me traz.
Aprendi fazer nega maluca denovo.
Redescobri a lagrima depois de dois anos sem sentir o gosto delas.
Estou conseguindo falar menos palavrao por minuto, agora sao no maximo dois tres por dia.
Aprendi que mesmo eu tendo crescido no meio de meninos e achar que sei sempre oque eles querem dizer quando falam qualquer coisa, eu nao sou um deles e tenho que agir como menina, pensar como uma e viver como uma .
Descobri que nao consigo mesmo viver sem mingau e chocolate e nega maluca.
Descobri tambem que por mais que as vezes eu tenha alguma atitude de mulherzinha nem fodendo eu chego perto de ser uma "mulherzinha".
Que meus olhos sao cada vez mais coloridos.
Que minhas amigas continuam rindo das minhas piadas e lendo oque eu escrevo.
Descobri ainda que adorei namorar na escada em pleno 2008
E que por menos que eu procure , apenas os homens mais bonitos continuam se apaixonando por mim
Que eu continuo nao atendendo os telefones.
Que eu consigo dramatizar e fazer poesia ate do arroz que eu comi meio dia.
Que meu telefone sempre vai tocar quando eu estiver almoçando e assistindo o esporte.
E que eu vou sempre achar que é aquela ligaçao, mas nao é.
Aprendi tambem que nao importa o quanto eu leia os livros de receita, eu vou sempre continuar cozinhando e comendo massa.
Que todo mundo vai continuar rindo de mim pq eu nao paro de mexer a massa com o garfo.
Que eu vou ligar o computador antes de lavar o rosto e vou sair com um copo de nescau pela casa gritando ai que frioooooo.
Que eu nao preciso de cigarros pra viver.
Muito menos de mac donalds, burger king e Habibs.
Que eu fico triste qdo nao tenho oque ler.
Que vou sempre lembrar da mesma pessoa quando cantar "teu cheiro tem o dom de hipnotizar, por mais que eu as vezes tenha que fazer esforço pra recordar a sua fisionomia...
Que chimarrao embala o meu trabalho.
Que nao importa o shampu que eu use meu cabelo vai estar sempre liso preto e brilhante.
Que sempre vai ter alguem pra cantar, india teus cabelos blablabla e eu vou sempre morrer de rir.
Que minhas unhas sempre vao descascar em pela sexta feira.
Que eu danço hip hop no banho cantando "i dont no what you heard about me do snoop dog e esqueço de estender o maiô quaaaaase sempre.
Que o melhor cheiro do mundo ainda continua sendo o da minha mãe.
Que a minha bunda nunca vai cair mesmo que eu fique com ela sentada a cadeira todas as tardes.
Que eu vou sempre lembrar dos domingos com ele.
Que meu violao por mais velho que esteja vai sempre tocar as mesmas musicas.
Que minhas tpm s estao ficando cada vez mais suaves
Que eu vou continuar dizendo"mas eu nunca tive um tenis da nike com um bico deesseeeeeeeeeeeee tamanho!
Que eu vou sempre esquecer alguma coisa no vestiario.
E que sempre vai ter alguem passando por aqui para saber do meu paradeiro.
E que eu tenho a maior sorte do mundo!

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Filha de Vinícius



Dentre um dos meus inúmeros devaneios filosóficos cheguei a conclusao que sou filha de Vinícius.
Que minha mãe em uma das discussões com meu pai (o que me criou), ficou realmente muito brava e pegou um avião para o Rio de Janeiro e sem nada aparentemente importante e atrativo para os olhos dela, é claro em uma crise de tristeza, encontrou nao sei por qual cargas dágua um Sarau.
Entrou tomou um café e de pé em frente a ela estava ele, o mesmo qual ouvira falar inúmeras vezes na tv e na escola, o famoso Vinicius de Moraes.

Ele convidou a para sentar e estender a noite com conversas e alguma bebida gelada na noite quente de Copacabana, e pasmem! Ela aceitou.

Não preciso dizer mais nada né meus caros?

E por fim foi assim que eu herdei o lirísmo de Vinícius, o pavor a preconceitos, o humor extremamente sutíl e as seguidas fases de reflexões existenciais.

Sou Filha de vinícius, eu incorporo vinícius, ele me ajuda escrever, ele tem um pouco da minha melancolia literária, da minha capicidade de dramatizar o amor e muito mais...

Quando ele diz e agora José, eu diria, bem feito josé, eu te avisei. era porque na verdade ele queria dizer, e completar com aquela musica da bethy, chora, não vou ligar...

Quando ele escreveu :" Olha que coisa mais linda , mais cheia de graça", De Graça , pelo muito que o conheço,é nao foi.

E não é a toa que eu mulher moderníssima nao fico nem um pouquinho de nada constrangida quando coloco para tocar Caymmi, Tom Jobim, Edu Lobo, Toquinho, Chico Buarque.
Não é por nada que o meu poema preferido é " Para uma menina como uma flor" elecertamente deve ter feito para mim.

"Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher... — não tem nenhum valor."
acho que foi essa frase que ele disse pra minha mãe se apaixonar, um dia sem mais nem menos vou chegar devagarzinho e perguntar, se foi assim mesmo que ela conheceu Vinícius....


sábado, 30 de agosto de 2008

Faixa Preta


Faixa Preta!!!


Meu óculos da natação está velho. Conforme vou nadando ele vai ficando embassado e escuro, mal consigo enxergar. A única coisa que consigo ver é a faixa preta que há desenhada no fundo da piscina. Conheço essa piscina. Nado nela e sei que essa faixa tem 25 metros. Então, por mais velho que meu óculos esteja, por mais que eu não enxergue absolutamente nada, eu vejo a faixa e sei que estou nadando 25 metros do começo ao fim da piscina. Me concentro naquela visão e nado sem questionar. Hoje enquanto eu nadava, comecei a pensar no que falamos antes de ontem. Você me perguntou sobre magoas.E eu comentei algo como "Agua mole em pedra dura". Não sei bem o que posso te dizer, mas acho que confiança é exatamente isso. É você ser a minha faixa preta no fundo da piscina. Não preciso enxergar mais nada para saber que estou nadando certo, eu confio na minha única visão.
E sem questionar sei onde ela começa e o momento exato de parar, onde ela termina.

Eu Ganhei e é minha!

Ganhei essa música, sai fora, é minha assim eu ganhei ta!!!


Eu encontrei-a quando não quis
mais procurar o meu amor
E quanto levou foi pr'eu merecer
antes um mês e eu já não sei

E até quem me vê lendo o jornal
na fila do pão sabe que eu te encontrei
E ninguém dirá que é tarde demais
que é tão diferente assim
Do nosso amor a gente é que sabe, pequena

Ah vai!
Me diz o que é o sufoco que eu te mostro alguém
afim de te acompanhar
E se o caso for de ir à praia eu levo essa casa numa sacola


Eu encontrei-a e quis duvidar
Tanto clichê deve não ser
Você me falou pr'eu não me preocupar
ter fé e ver coragem no amor

E só de te ver eu penso em trocar
a minha TV num jeito de te levar
a qualquer lugar que você queira
e ir onde o vento for, que pra nós dois
sair de casa já é se aventurar

Ah vai, me diz o que é o sossego
que eu te mostro alguém afim de te acompanhar
E se o tempo for te levar
eu sigo essa hora e pego carona pra te acompanhar

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Dedé!

Rapáz que falta que você faz.
Ontem, depois de nossa conversa telefonística, a saudade bateu mais forte ainda.
Depois de tanto ouvir da sua boca que eu sou sua amiga mais homem, retribuo o elogio, você é meu amigo mais mulher!
Incrível como você, macho convicto que eu sei, me entende perfeitamente. Aliás, é a pessoa que mais compreende meus anseios, dúvidas e desesperos.
Acho que é por isso que somos amigos há tanto tempo e que mesmo você morando em um país diferente, continuo te querendo sempre por perto, mesmo que seja via fone. Mesmo que só você me ligue, porque sabe que eu sou uma pobre miserável e maior pao dura da historia da atualida e que nao vou fazer DDI e falar a vontade contigo.
Bateu saudade de nossas noites longas de muita conversa. Das nights de Hip Hop do Black mesmo embalados por muita doidera.
Lembrei da gente no Café Sports e nossa onda piração.Da Nike town e eu querendo comprar tuuudo! Tão loucos e tão encontrados. E da noite com nossos amigos Brazucas na minha casa no Haloween Britanico. Rapaz, eu nunca te contei, mas gravei aquela coisa toda na minha camera. Foi hilário descobrir que homem tem ciúme, igual mulher. Eu já vi aquele videozinho várias vezes. Abdul revoltado. Adri mais ainda porque o fulaninho chegou atrasado na party e todas ja estavam com seus pares. E eu, bem, eu rindo no sofá, porque você sabe que eu sempre dou aquelas gargalhadas quando o papo fica assim, interessante!
Só ontem me dei conta que sou sua melhor amiga mulher.Que te dou varias dicas de conquistas e ensino cantadas infálives. E voce diz que eu sou um homem de mini saia.
Mas o tema dessa cartemail é que eu sinto sua falta. Você faz falta a todo tempo. Queria ir pro Sorro Square e comer sanduiche de tona e milkshake de morango contigo e te contar que meu belo namorado acaba de bater a mais bela BMW de Londres e colocar toda a culpa em mim, e nós morrermos rindo de ele me chingando, deitados na grama da praça com o viva voz do celular a todaaa. Queria ir passar o Natal na Picadilly e Ano Novo em Londres contigo. Queria poder receber seu abraço nos momentos de solidão.
mas eu estou feliz pra car.... que seus dias andam ótimos,que você casou mesmo com a tal polonesa, ou thailandesa eu nunca sei direito, que você quer se preocupar cada vez menos e está conseguindo e que alguém, nesse mundico de meu deus, está ganhando dinheiro...
E amigo, se você fizer menção de voltar moral aqui no Brasil, e pra sempre, pode ter certeza que eu vou te enfiar no mundo das produções novamente, e voce vai me chama ainda com mais convicçao de patricinha peruona, não adianta vir com o papo de que cansou dessa vida, porque eu sei que o bichinho que me corrói é o mesmo que te anda nas veias.E vou repetir aquela velha frase: Pra mim nãoooo neguinhoooo
Nego, é isso e mais tudo que você já sabe, meu querido!
Tamos ae na luta, pro que der e vier.
Estarei sempre pronta pra te ajudar, pra gente rir ou chorar abraçados ou por telefone, mesmo.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Coisas de vidro

Já me apaixonei por causa de uma frase que ouvi de lábios alheios. Uma frase. Também já quis embora por causa de um gesto. Um único gesto, ou na verdade, a falta dele. Um abraço que ficou faltando. É tudo tão frágil... Pode-se amar tanto em um dia, que mal se consegue respirar, e no outro dia, pode-se não sentir mais nada. O amor pode, de repente, sumir... Ir parar em algum barco solitário no oceano. As coisas não tem volta. E o barco pode ir embora com todo amor, pode ir parar em algum cais de algum lugar do mundo. Alguém pode abraçar aquele amor com tanta força, que ele pode não voltar mais para quem o deixou fugir... As coisas não têm volta.As vezes é muita onda pra pouco oceano. Há barcos por todo o oceano, cheio de coisas que pessoas não agarraram com toda força. Afinal, tudo é tão frágil. Um silêncio pode causar a despedida,eu posso fugir por causa de uma palavra e eu posso me apaixonar por causa de uma simples palavra.

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Amor de verdade

"Isso sim è Amor"
Ao meu amor Eterno


Lembro de voce a cada dia da minha vida
Depois que voce foi embora eu fiquei assim
perdida sem chão sem vida

Lembro das manhãs, das tardes.
do sol no pátio depois do almoço

Lembro dos almoços de domingo
Das festas de aniversários e outras datas
que voce nunca deixava passar em branco

Posso dizer que depois de voce os outros são os outros e só

Lembro do ultimo churrasco contigo aqui em casa
Das 23 panquecas que fez pra mim na ida pra Londres
De todos os conselhos que me deste de como seria a Inglaterra
Do terço que rezei ajoelhada ao teu lado antes de ir embora
Do bolo delicioso do meu aniversario
que alias pelo que me lembro
desde meu primeiro ano de vida
era voce que chegava com aquela torta de chocolate

Às vezes uma torta gostosa
outras vezes um simples nega maluca

Lembro das pegadinhas do coelhinho nos domingos de páscoa
Dos intermináveis tipos de peixe na semana santa

Do jeito como me xingava quando eu arrancava os cabelos ao escovar
De como brigava por demorar no banho
Lembro os olhos de felicidade e admiração com que sempre me olhava
das vezes em que eu chegava perto dos teus amigos e eles diziam
então é ela,
Fazem dois que te perdi e teu aniversario esta chegando, 11 de setembro
e só hoje tive coragem de escrever algo aqui
Saiba que hoje voce esta em mim
No meu coração
Nos meus dias de sol
Na minha força
Meu espelho pro mundo
Depois de te perder
nada mais me abalou
virei super heroína

e espero continuar te dando muitas felicidades, e que se sinta sempre orgulhoso de mim

Como o trecho daquela carta que me mandaste
Sou orgulhoso por ter uma filha linda, por dentro e por fora que escolheu uma vida saudável e honesta que honra todos esforços que tivemos para cria lá e educa lá.

Lembro de como me olhava quando dançava
Das aulas de ballet que me levava
Das minhas fotos em seu quarto
E dos beijos de boa noite

Te amo pra sempre
Não posso te dizer que és único o homem da minha vida
Porque existem dois
O mano e tu Pai!
Vamos ser sempre como quisestes
Admirados por todos os amigos
e toda a família
e pra te orgulhar ouvirás sempre de onde estiver

Olha que coisa mais linda olha como se amam esses irmãos
O saimon a suelen e a Laurinha....

Se podes ver me todos os dias
Sabe que estou honrando a educação e o amor que me deste e me ensinaste
Porque enquanto eu viver
Voce vivera no meu coração
E enquanto isto acontecer
Respeito existira sempre
Porque voce me tornou uma mulher respeitável
Amor e fé
Porque voce meu pai
sempre me amou
E se isso não houver em minha vida
Então terei perdido o sentido de tudo

Honrar, Amar e Respeitar.
NÃO EXISTE ENSINAMENTO NEM HERANÇA MAIOR NESSE MUNDO
Obrigado Senhor por ter me abençoado
Obrigado por ter me mandado um pai tão lindo
Obrigado por eu poder passar este ensinamento pra todos os meus irmãos e meus amigos...

Paizinho mais lindo
A primeira fatia do bolo será sempre a tua,
Com amor, de quem nunca amara alguém como te amo

Suelen Mônaco

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Patada-pensada é coisa de gente ruim

Toda vez que eu tomo uma patada fico pensando a razão que leva alguém a fazer isso. Não é por nada não, eu sei que todo mundo tem seus dias ruins, da pá virada coisa e tal. Mas eu falo da patada pensada, aquela que é dada para machucar mesmo. Veja bem, não to aqui na posição de quem nunca deu uma patada na vida. As vezes espalho umas por aí, principalmente quando to na TPM ou chateada com alguma coisa. Mas a patada-pensada é pior. Não tem a ver com mal-humor, com noite mal-dormida. É “ruindade”, como diria minha avó. A pessoa, num ataque de “umbigo-do-mundo”, fala o que quer indiscriminadamente, agride, é inconsequente e ainda por cima tem a certeza de que está tomando a atitude correta. Vai tentar discutir com uma fonte de patadas-pensadas para ver só... vira um show de críticas impensadas, de gestos magoados e de uma arrogância sem fim. Tudo muito dolorido, acho eu. Agora nós, pampas que somos, como reagir diante de uma patada- pensada- grátis?
1. Rebater -- hum... meio complicado. Eu pelo menos, fico super ressacada emocionalmente quando sou super grossa com alguém. Além do que, é o famoso “perder a razão”.
2. Ignorar -- ainda to pra aprender a relevar essas coisas. Pensar “ ah... desencana, fulano é um babaca mesmo”. Só gente muito elevada espiritualmente, ou frio demais para não se deixar atingir.
3. Chorar -- é sempre um opção. A pessoa pode se sensibilizar e perceber que está sendo extremamente injusta e ignorante com uma pessoa dócil e amável, mas tem perigo de vc perder o respeito no melhor estilo “Jade Barbosa” de ser.
4. Cortar a pessoa da sua vida -- trágico, mas não deixa de ser uma solução. Se cada patada deixa um arranhão e vc mal consegue cicatrizar um que já chega outro... porque não eliminar a fonte de machucados?
A verdade é que nenhuma dessas soluções é confortável. O ideal é que todo mundo se tratasse com educação, sensibilidade e menos egoísmo.Ok, meio pampa demais esse post né? Mas é que eu ando levando patadas-pensadas e isso tá bem chato. Como não quero recorrer a nenhuma das opções acima... o jeito é sair escrevendo. Quem sabe alguém não sente a mesma coisa?

sábado, 23 de agosto de 2008

Eu gosto do seu jeito de sorrir. Já te falei isso?
Você olha com esse olhar secreto – que aos poucos decifro e admiro – ergue a sobrancelha levemente – só uma delas – e sorri.
Mas não é de uma risada que estou falando.
É desse sorriso discreto que pouco se descobre e pouco se vê, mas que eu sei que é carinho.
Isso eu decifrei sozinha.
Sorria pra mim assim. Eu me rendo com seu sorriso.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Meus olhos transbordaram

Peguei coisas suas.
Todos os minutos da minha vida eu peguei algo seu.
Eu peguei jóias, blusas, saias.
Peguei sapatos e até meias!
Mas essas coisas que peguei, eu já me esqueci.
Porque lembro de outras coisas suas que peguei.
Eu peguei a mania de ter mil fotos em mil lugares;
Eu peguei a vontade de ter amigos;
Eu peguei a mania de escrever no diário;
Eu peguei na sua mão quando você ficou triste na praia e chorou muito.
Eu peguei raiva por pessoas que te magoaram, aquelas que nem voce mesmo conseguiu odiar.
Eu peguei a mania de falar muito e falar rápido;
Peguei o seu jeito de conquistar as pessoas e os garotos;
Peguei a mania de querer ler mil livros;
Eu peguei o seu jeito de dar risada;
Peguei caronas,
Peguei a vontade de viajar sozinha pelo mundo;
Peguei a mania de comer direto na panela e não esquentar a comida;
E tem coisas que tentei pegar....
Tentei pegar sua letra, tentei pegar sua obstinação.
Seu jeito de resolver as coisas, de se virar com tudo;
Tentei pegar até esse seu jeito delicado,mas acabei por ser desajeitada...
Essas coisas que peguei, me lembrarei para sempre.
E essas eu não devolvo.
Te amo mãe!

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama.
Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer
O que separa as pessoas não é a distância
É a indiferença.
Há pessoas que estão juntas
Mesmo separadas geograficamente
Há outras separadas
Vivendo juntas
Debaixo do mesmo tecto.
A indiferença
Mata lentamente
Aniquila qualquer sentimento
Criando distâncias
Fazendo gelar corações
Mesmo estando essas pessoas
Tão próximas de nós.

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Laura Monaco, de tudo muito!

De tudo, muito

Quando tu era pequena, eu ia te servir o prato e perguntei: "O que tu quer laura?" E tu respondeu: "um pouco de tudo" mana.
Talvez voce nao se lembre mas , Ah... não dá. Não dá pra esquecer, não dá nem pra guardar num baú escondido. Porque é muito. “ De tudo, muito”, palavras suas, minha irmã. Muito amor, muito afeto, muita intensidade de sentimento. Nós duas cantando cazuza, chorando em brigas homééééricas, comendo pao de queijo que eu fazia pra ti no sofa da sala. Abraços fortes de quebrar a costela. Uma blusinha emprestada, um boné emprestado, saia, (menos sapato!!), cinto, bolsa. Dois corações emprestados. Confissões arrancadas à forcéps, de ambas. Escondendo e escancarando- contraditórias, nós. Porque é “de tudo, muito”. Eu carregando voce no colo, na banquinho da bicicleta, feito um urso coala. Nós duas fazendo mil correografias no espelho,dançando na frente da tv,800 vezes a mesma musica . Você me consolando com as palavras de quem sabe tudo na vida, e que ja ouvira eu falar a mesma coisa antes pra minhas amigas. É “muito”, Laura. Bo-bo-le-ti-nha, tá na cozinha FAZENDO CHOCOLATE PARA MADRINHA. Pequenas mágoas, sempre jogadas num canto qualquer na alma, debaixo das nossas risadas genuínas. “ De tudo muito”. Perdões: pedidos e recebidos com dificuldade. Defeitos jogados na cara, e aceitação de amor. Mas sempre, sempre, aquilo que é inquestionável: somos irmãs. Não é só pela história, não. Mas pela fidelidade convicta, ciúme que escapa nas alfinetadas. Pela saudade que, de tempos em tempos, apunhala o coração . “Muito”, sempre. Acendendo incensos comigo,aprendendo se maquiar,usando meus sapatos altos , desfilando pela casa de salto agulha, bem pequininha, enterrando coisas e fazendo pactos de amizade no no melhor estilo “Agora e Sempre”. Os primeiros amores, eu certinha sempre - você querendo ser grande. Mais amores, vc certinha - eu perdida. Andando juntas. Mirando os caminhos moldados aos seus pés, mesmo que de longe.“ De tudo muito”. Festinhas e festonas que voce sempre quiz ir. É porque é “de tudo muito”, que eu não posso viver sem a minha irmã. Porque eu amo ver você cantando Cazuza toda espontânea. Porque eu adoro quando a gente toma chimarrao e conversa sobre as banalidades mais intimamente ridículas. Porque eu amo nossos cafezinhos no meu quarto e deixo tu fazer quase tudo que a mãe nao deixa e o pai nao deixava, comer besteira e outras cositas, e o jeito incoerente e forte que é esse laço que une a gente. Amo que eu sou grande e você é pequena , que nao pede minhas calças emprestadas. Adoro que a gente não economiza nos sentimentos, nem nas delicadezas, voce trazendo comida pra mim naqueles domingos que nao da vontade de acordar e de morrer dormindo, de bicicleta. É de “tudo muito”. E sempre vai ser. Como dois e dois são cinco, a gente tá ligada por uma via que não é racional, assim sinto eu, pelo menos. É por isso e por muito mais que eu te amo e sempre vou te amar, tudo pode passar na minha vida, mas voce sempre vai continuar. O mundo é “muito” é “tudo” e é seu. beijos da irmã que te ama.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Game Over

Para contar esta história seria preciso saber como descrever o silêncio. Espaços em branco, reticências, parênteses vazios. Ou seria apenas o meu dedo esquecido sobre a tecla "o", um zero indefinido, um círculo abraçando o nada. Mas o silêncio não fala, somente diz. Que as vezes perdemos tempo.
Que as vezes fugimos da realidade.
Diz, sobretudo, que já não posso mais assim ficar, sem ouvir um sim ou um não, um fico ou vou, um eu também ou esquece. E no entanto eu tenho hoje a certeza de que odeio monólogos
E só, e eu penso quanto tempo vai durar este monólogo.
Mas agora o espetáculo acabou.
Fechem as cortinas, por favor.
É hora de ir embora.
Sem aplausos.
Sem flores.
Em silêncio.
Porque ele é tudo o que restou de quem um dia aprendeu a ...

(entao gente, agora só comprando meu livro pra saber do resto..., aai como eu sou mal, hahaha, quando estiver a venda aviso voces, e se se comportarem os mais assiduos serao convidados para sessão de autografos..., hahaaha)

eu nao sou abusada, ossos do ofício!

òtima semana a todos os periguetes que vem aqui em busca de alguma coisa muito boooaaa!

Fé em Deus e `pé da tabua!

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Mãe passa direto, essa nao é pra vc ler!

Quinta feira. Seria melhor viver sem ela. Mas já que não dá, que tal tentar levar da melhor maneira possível? Não saindo da cama, por exemplo. Afinal, eu tenho barras de chocolate escondidas no armário do cozinha, caixas de chá de todos os sabores dispostas simetricamente na estante acima da pia, discos do Bob esperando por este momento preguiçoso, sensual, irresponsável. Tudo o que peço são poucos minutos, o suficiente para a água ferver, e pronto. Volto para a cama, debaixo do edredom como criança em cabana improvisada, deixando o chá quente derreter o chocolate dentro da boca. E se um cliente telefonar, perguntando por que você ainda não mandou meu material, entre um gole e outro eu vou responder com outra pergunta: - Vem cá, seu infeliz, você não tem ninguém pra comer numa quinta feira de manhã, não?

hahaha

Hoje minha vida nao pode esperar....

Acordei com vontade de realizar meus sonhos
Posso, você deixa?
Você me deixa fazê-los do meu jeito?
Porque sei que preciso do apoio seu, mas da atitude minha
Só minha
E hoje queria realizar meus sonhos
Mesmos que eles não estejam na planilha
Mesmo que meu futuro tenha que esperar
Mesmo que Bil Gates tenha que esperar
Mesmo que eu não entre na lista de destaque
Nem na de milionárias bem sucedidas
Muito menos na de mais inteligentes do planeta
Porque essas pessoas também viram pó um dia
E muitas delas não realizam seus sonhos
Talvez nem sonhos tenham essas pessoas
E eu tenho alguns
Eles cabem numa mão
Porque estou modesta e desacostumada a realizar meus sonhos
Chutar tudo pro alto e fazer as coisas do meu jeito
Mas andei pensando, andei sonhando, andei esperando demais
E agora quero viver
Quero fazer valer a pena
Posso
?

Foi

mais uma vez voce bate a minha porta com todas as promessas de amor pra sempre duas meninas de cabelos claros como os teus e olhinhos verdes.
Morango e cafe na cama todas as manhas.
Um apartamento decorado por mim
Praia todo o final de semana
Churrasquinho e lazanha
Chocolate todos os dias
Banheira quentinha
E tudo qque ja foi bom ...

MAS por mais que pareca meu bem , a vida nao é um circo.
Nao tente me pegar desprevenida como sempre.
Nosso amor ja foi a horas
passou
rodou
a gente nunca brigou nisso concordo , mas

foi

IGUAL A DERCI.

take care boy!

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Sobre Intensidade...

Tenho um amigo que me chamou de intensa um dia desses. Eu não me acho, de maneira alguma, uma pessoa intensa. E ele disse categoricamente que, sim eu era e ponto. Tentei explicar porque não. Intensidade pra mim é navalha na carne. Cobranças sem sentido. Vidas sem suavidade, sem chazinhos e fins de tarde de verão. Unha roída. Pessoas intensas não se contentam e sentir as coisas: tem que explicitá-las. Eu não. Isso me cansa. Intensidade pra mim é amor com gosto de fruta mordida. É quem envolve o mundo inteiro na própria bagunça. Eu não. Confusa ? Posso até ser, mas guardo minha confusão só pra mim. Vai lá... divido com um ou outro infeliz que me escuta. Mas daí a dar piti, estardalhaço, never. Intensidade pra mim é briga. Pegação, jogar defeitos na cara. Eu não. Não sei brigar, sou péssima barraqueira. Intensidade é o excesso. Muita sujeira, muita paixão, muitas palavras e muitos arrependimentos. Intensidade é gente fugáz, que não se apega, não senta e relaxa. Eu não. Meus vínculos são super bem construidinhos. Eu sou muito quadradona pra ser intensa. Minha vida não é uma montanha- russa. Intensidade pra mim é gente volúvel. Vai do fundo do poço à euforia em cinco minutos. Muito ciúme, muita dor e risadas vorazes. É por isso, Papas, que eu não sou intensa. Porque eu gosto de ter pequenos rituais. Gosto de almoçar com família, de ouvir as pessoas contarem de coisinhas especiais que eles descobriram. Gosto de chegar em casa e não precisar falar com 400 pessoas. Sou profunda mas não intensa.Já convencida disso, falei minha teoria para um outro amigo que desbancou todos os argumentos. Não sobrou nadinha pra rebater. Disse ele : “ Ser intensa é amar as coisas que ama da melhor maneira”. Se for isso mesmo, sim eu definitivamente sou uma taurinha intensa.

domingo, 20 de julho de 2008

Preste atençao!!!!


Então, essa semana assisti "Cama de Casal", ótima peça super bem dirigida e com comentarios maravilhosos durante o espetáculo.
Na verdade eu nao esperava que fosse tao legal, e dependendo do ponto de vista de cada um, cada estado de espirito, cada D.R nossa de cada dia ela pode ser traduzida de inumeras maneiras...
Fala sobre o nosso cotidiano, cotiadiano dos casais, casal de marido ou mulher, namorado e namorada , ou até ficantes.
São coisinhas que vivemos todos os dias, ciumes, traiçoes, carencia, TPM, e o que esta mais escasso no nosso povinho , a tal da COMPREENSÇAO,isso mesmo.
Como Tania caravalho, relacionamento a dois, não é para Amador, é pra Profissional.
Gente naó é facil mesmo, sabemos que nao, levar um amor a frente nos tempos de hoje.
Antigamente era mais facil para manter um amor por anos luz diriamos, as coisas nao eram tao futeis, tao fáceis como sao hoje em dia.
Digamos que ha mais ou menos 10 anos atras, um casal tivesse uma discussao, sem entrarmos nos meritos dos motivos da tal é lógico, uma descussao razoavelmente Preocupante.
O cara, ou a menina teriam uma trito durante a noite, ficariam a noite sem falar , sem tocar no assunto, ambos magoados, chateados e pensando em uma soluçao, uma decisao, alguma coisa que resolvesse o mal entendido.
Eles iriam acordar normalmente, claro nem tao normalmente com uma pequena afliçao provavelmente, tomariam um onibus, taxi carro o que fosse, iriam para seus respectivos trabalhos.
E ali ficariam o dia inteiro aguniaando de tédio. Um cafézinho preto entre uma funçao e outra pra colaborar com a adrenalina como se nao fosse o bastante.
Fritariam como a batata do almoço pensando no acontecido, pensariam, pensariam, pensariam...
No inicio da tarde depois de algumas dificuldades, aquelas que temos e vemos durante nossos dias, crianças passando fome, pai que perde um filho no noticiario, a policia cada vez mais injustas e um comentario de uma amiga que pegou o salafrario do pai dos seus filhos, aquele mesmo de 20 anos de casado com uma amiguinha entrando no motel.
O chefe chato na cola, as contas kilometricas de telefone pra pagar, contas , contas, contas, stress, saldo bancario mais devedor do que o Brasil consegue dever,fila no banco,dor de cabeça e outras cositas mas...
No final do expediente aquela vontade louca de ir pra casa, de receber a ligaçao de alguem, um beijo, um abraço, alguns mimos, um chocolate quente na cama, ou um simples : Senta aqui, me conta como foi seu dia!
Ou : Deita aqui, deixa eu fazer uma massagem em voce.
Neste tempo ja deu pra pensar em tudo isso, reconsiderar algumas coisas que derrepente exageramos, um comportamento obcessivo, ciumento, ou ate mesmo um gostar, as vezes "cuidadoso demais".
Se chega em casa, coloca as coisas em ordem, um banho quente pra relaxar e entao,
Acho que eu exagerei, ou, devo reconsiderar : Uma ligaçao, um pedido de desculpas e a certeza de que nao foi tao ruim assim, melhor é ter um aconchego um carinho sincero, uma verdade, nesse mundo mentiroso de falsarios e mais nada.
Ou ate mesmo uma telemensagem, pelo menos era assim no meu tempo, um mimo, encantador mesmo.
Tudo resolvido, uma saudade gostosa, uma satisfaçao maior ainda e tudo certo, felizes por enquanto...

Agora digamos que hoje julho de 2008, voce teve uma discussao lamentavel com seu namorado, noivo,ficante seja la oque for.
Coloca RAMONES ou MC CREW pra tocar no ipod ou no cd do carro, chega no trabalho a mesma chatice de sempre, mas dai tem Orkut, MSN, Skipe, e telefone pra mandar mensaem pelo custo de 0,30 centavos.
Tirotei de scraps, arremesso de torpedos, chamadas no skype, celular e por aih vai.
Que alma viva que vai guentar? que vai ter tempo pra pensar? pra pesar? pra reconsiderar ou pra reconhecer?
Não dá né minha gente, tá tudo muito fácil, muito voluvel , muito de GRAÇA.
A gostosinha da amiga da prima terceira com fotos semi nuas no orkut deixando recados insinuantes.
O gato sarado amigo do seu colega de trabalho convidando pra tomar um chopinho depois do expediente.
O Happy Hour no OUTSIDE bombando Every single day!
Quem tem tempo? quem pensa?
A carne é fraca como dizem, a cabeça mais ainda.
As pessoas estao desistindo mesmo. Deixando oque é certo pelo improvavel, improcedente, embaçado e facil, de gracè!!!!
Vamos aproveitar o embalo e pensar mais e desistir menos, escrever mais e jogar menos conversa fora, conversar, falar coisas boas, valorizar quem esta do nosso lado, quem corre junto, quem joga junto, sabe porque que eu acho isso?
Alguem me disse uma vez que tudo que é de graça que é facil demais é ruim ou ta estragado.
Vamos lutar mais, chorar mais, compreender mais.
è oque estou fazendo, é oque tenho feito, eu tambem tive uma fasesinha dessas de descartavel, descartar pra nao aborrecer, ceder pra nao se incomodar.
Hoje vou lutar pelo que quero, só deixo pra tras, so deixo rolar, so dou um tempo pra as coisas que nao faço questao, que nao tenho pressa.
E Hoje estou com pressa, com pressa de vida, com pressa de coisa boa, com pressa de gente boa comigo, de palavras sinceras de gente de verdade hav eno time to mascaras.
No Circus!
To correndo, to mesmo, podem bater na minha cara, mas to aqui, batalhando, e sabe mais, eu sei meus valores, se a mulher que eu sou e comcerteza nada vai me diminuir, vai fazer com que eu seja menos que sou, menos bonita, menos inteligente menos atraente por eu fazer por merecer, pra eu tirar as caras, pra eu marcar junto.
Fico por aqui, ansiando ter deixado uma mensagem boa pros meus leitorizinhos queridos e pra avisar a geral que nao vao mais poder me dizer.
Voce costumava lutar mais pelo queria.
Não costumo lutar pelo que esta morto.
Sim ou nao, certo ou errado, sempre sei onde estou pisando!
Good Vibrations e Jah Bless
!

sexta-feira, 18 de julho de 2008

A maldiçao da castanha.

Pequena conversa entre eu e aquele que mais me conhece nesse mundo....
Algumas verdades...


o que eu posso te dizer pra te ajudar ....
que tu é assim
e que tu tem qualidades que são só tuas, que não se ve em ninguém
mas todos nós temos ua tendência a enchergar logo o que tem de ruim
é fato

é só questão de tempo
pq eu acho que eu tenho razao

e agora tu nao fala nada?
Suelen, hoje, quando eu olho pra trás eu vejo algumas qualidades tuas que são incríveis, e eu nm percebia
quais por exemplo?
vai por mim
por exemplo, tu é linda demais quando tá falando com sinceridade
parece que tu fica transparene
nao ouse pronunciar que sou boa de cama se naoa travesso esse computador e te racho no meio
outra coisa
tu fica feliz com um presente, com uma lembrancinha, com qualquer coisa que te faça bem em um momento
isso é verdade tambem
isso é tudo né? obrigado
e tu é muito meiga
hahaha
) eu vou ser sincero
bem sincero
hnm
durante muitos anos eu tive um sentimento estranho contigo
e mesmo assim eu me apaixonei por ti de um jeito que eu nem imaginava
porque quando tu tá presente tu éa pessoa mais maravilhosa com quem alguém pode conviver
mas parece que em algumas horas tu não tá presente
hnm
tá no teu mundo
porque eu sou assim? e qual é meu mundo?
só posso te dizer uma coisa
perceba as pessoas
mas eu percebo
voce devia ter me dado aquele anel
tente colocar as outras pessoas em primeiro lugar
por um momento que seja
qual a graça de andar se ja se sabe o final da estrada? se eu sei que o unico ser humano vivo que me entende neste planeta hipócrita é tu
fique olhando e veja como é lindo colocar uma outra pessoa em primeiro lugar
acima de tudo
as pessoas são cheias de defeitos
são desleixadas
relaxadas
) e um monte de outras adas
eu sei
mas quando a gene dá importância a alguém a ponte de elevar a pessoa acima de nós mesmos
mas ninguem me entende
é a gente que se torna grande
olha eu faço tudo direitinho
faço
a gente se sente grande
mas é porque tu não mostra
a vida é marketing
o mundo é marketing
vou na casa espirita, trabalho, ajudo os pobrezinhos,to sempre envolvida com a minha familia e aih, que tem de errado
se tu faz direitinho mostre que tu faz
demonstre
porra tem que mostrar?
claro
tudo tem que ser mostado
mostrado
eu nao gosto de me mostrar
de provar pras pessoas como eu sou como eu sou
poxa elas nao veem?
meu nome é suelen, gosto de trabalhar, acredito em Deus, amo minha familia, sou interessate,inteligente equilibrada brava mas muito meiga, ME AME
ah tenha santa paciencia
mas as pessoas te amam Suelen
e te amam muito
amam
e pq nao conseguem me aceitar como eu sou
nesse caso eu só posso responder por mim mesmo
não pelos outros
cada um é um
sim
se eu tivesse tido mais paciência

se eu tivesse permitido mais
talvez eu tivesse chegado ao ponto de te dar o anel
mas pra isso eu tinha que ter te amado menos
ta bom
porque tu deve saber o quanto eute admirava o tempo todo
como eu achava bonito cada jeito teu
sim
mas o que faltou foi ter me sentido a coisa mais importante
talvez seja isso que tu tem de tão diferente que as pessoas demoram pra aceitar
) tu te ama demais
hahaha credo
e sobra pouco espaço pro outros
e isso não custa muito
hnmn
às vezes um segundinho que a gente se sente a coisa mais importante é suficiente pra compensar dias de anonimato
eu já te falei disso até uma vez
eu sei
todo mundo quer um pouquinho de segurança, um aconchego
vou te lembrar mais uma vez, teve um dia que fomos juntos na casa da (+=/*)
até era aquela vez que ela tava bebada
e tu deitou no meu colo
e ficou pertinho de mim
era só aquilo que eu queria
1 e tenho certeza que não custou miuito
mas eu sou carinhosa
) isso é pra ti ver que as vezes é por muito pouco
eu sei
é um detalhe que parece até insignificante
mas que pode mudar uma história inteira
) mas pra isso ser legal
eu sei
e valer a pena não adianta fazer por fazer
é aquilo que eu te disse
tem que vir da alma
mas vem
tem que por um momento considerar a outra pessoa a mais importante do MUNDOOO
mas não sei, esse é meu ponto de vista
tudo eh verdade eu sei
) talvez eu nem saiba do que estou falando porque eu também sou cheio de defeitos
hehe
hehe
sou todo complicado
mas eu te digo isso porque eu sei o que é amar
aquele amor de livro sabe
eu sei
eu nao tenho um amor de livro
que as pessoas tentam escrever
e nao vous ser nunca um amor de livro
tu foi o meu amor de livro Suelen
porque meu espírito cresceu

esse é o amor de livro
porque eu o que eu sentia fazia tão bem
que eu amava as outras pessoas
heheh que lindo
eu amava os meus colegas de trabalho
hahaha
) e aquilo que me encomodava antes não tinha mais importância
e com isso as pessoas também gostavam mais de mim
hehe
por incrível que pareça, eu com o meu jeitão fechado e cara de bravo
naquela época fiquei popular
porque eu era agradável com as pessoas
é o famoso amor de livro
e tu já deve ter lido isso muitas vezes
hnm
que droga
agora é só tu sentir isso
eu so faço tudo errado sempre
nada
sempre tem tempo pra corrigir
a correção pode ser mais fácil ou mais difícil
mas sempre tem um jeito
eu nao sei como eu posso fazer pra corrigir
eu nao tenho mais jeito
there's no way
hehe
good luck
hehehe
como é o resto mesmo?
detesto essa musica
i've nothing left more to say
it's only words
deve ser alguma coisa assim
dont change
sei la

te conhecendo como eu te conheço
eu acho que oportunidade tu vai ter pra encontrar um jeito
e na próxima vida o que vai ser
) tu vai nascer homem?
nao
tomara que nap
nao
então, na próxima eu prometi que vou te encontrar cedo, não foi?
prometeu
quem sabe até lá tu já achou o jeito
e eu também
porque eu tõ sempre tomando os caminhos mais longos da vida
quem sabe até lá eu também já aprendi uns atalhos
olha
eu preciso aprender esses atatlhos
é, precisamos
hnm
to com saudade
idem
baixa aí a música denguinho
do voadois
que musica
credo que isso
voadois
denguinho
pera
tu aderiu a essas musicas baianas?
to baixando so quero ver
) até que não
não sou chegado em axé
mas essa eu acho bonitinha
nem eu
so quero ver
eu ia te mandar ela pra só pra ti ter uma lembrança de mim baiano hehe
mas eu não consegui baixar
eu acho bonitinha
deixa eu adivinhar, não gostou
hehe
ta no começo calma
e então?


isso é que é amizade minha gente, me respeita, me conhece melhor que a minha mae, me admira e eu tambem, amo muito ele, respeito e admiro muito e sempre.
sempre as melhores conversas, melhores conselhos.

O dono da castanha, criador, como preferirem...
A maldiçao da castanha,e le dizia, como uma castanha, me esplicou na mesa la em casa uma vez, suelen, te amar é como uma castanha, a gente quase morre pra quebrar, mas quando quebra tem tao pouqinho la dentro, e assim e tanto esforço pra quebrar e quebrar sempre achando qe da proxima vez tem mais...
mas é maravilhoso.

acho que maltratei tanto que ele me jogou uma maldiçao, a maldiçao da castanha.

Querido demais, me compreende demais, meu amigao , sem noçao , de outras vidas
.
Ocorreu um erro neste gadget