domingo, 23 de março de 2008

terça-feira, 18 de março de 2008

You Satisfy My Soul




Voce satisfaz minha alma


Porque com a gente nao tem certo e errado.

Porque voce é apaixonado pela vida e pela natureza como eu.

E apareceu quando eu nao te procurava...

E ficou assustado...

E o dia amanheceu em paz pra nós...



Algumas musicas ficaram mais bonitas.

E justamente aquelas musicas que eu mais gostava, e eu cantava alto pra alguem,
que eu nao sabia quem era...

E o céu ficou mais azul. Fez mais sol ainda na minha vida.

E agora eu sei oque quer dizer aquela musica...

"querer bem, querer oque se tem!!!!"



Jah guide and blasses!


ALoha

domingo, 16 de março de 2008

Mas sabe, eu estava mesmo me perguntando: que mais cedo ou mais tarde as coisas ficariam evidentes para voce e como voce reagiria.;;;? Quando ficar muito na cara que não deu mais certo,quando doer muito o silêncio depois do encontro,vai ser como? Pq toda vez,todas as vezes, que sente saudades e não ouvir o mesmo, isso vai te matar por dentro,e vai ficar noites e noites se perguntando o que deu de errado, se foi pouco ou muito amor,se foi muito ou pouco cuidado, pouco ou muito ciúme. Um dia, vai de repente entender, não era você o problema,não era o jeito que segurava a minha mão que tava errado,não era a quantidade de vezes que pensava em mim, era eu. Era eu que ja nao gostava de vc como antes,eu que lembrava as cenas que voce fazia,eu que não via mais futuro nenhum em nós dois, e continuava do teu lado.Nem sabia pq continuava, acho que esperava que um dia fosse acordar e aquele amor todo de antes ia acordar junto comigo, aquele carinho, aquela admiraçao de homem decido,e ia ver sorrisos de novo nos teus olhares, aqueles olhos lindos. Era um pouco de covardia também, comodidade,entende? É que essa coisa de adolescencia pesa muito também. No fundo, nos dois sabiamos bem qual era o problema, não era amor de menos na relação,nem o carinho de menos, nem o cuidado de mais, nem a agressividade de mais, nem a possividade em excesso.era o amor mal distribuido,eram as definições mal agregadas. Muito pra voce, pouco pra mim.Ou seria o contrário(?).

terça-feira, 11 de março de 2008

miss u boy

uma vez eu tinha um peixinho
dai , eu fui embora, nao pude mais cuidar dele

e ele nao resistiu

e morreu.


cuide bem do seu amor, seja quem for...

sexta-feira, 7 de março de 2008

good, good good vibrations


Andei olhando nosso blog e percebi que não tenho escrito nada que cause muito impacto há alguns meses. Meses de reflexão, de novas posturas, novos amigos, novos interesses, preservando tudo de bom da vida que tinha anteriormente. É difícil abandonarmos velhos conceitos, aos quais a vida faz questão de nos manter atrelados. É bom quando a gente percebe que depois de um graaaaande período de tempo, ainda podemos e devemos ter a capacidade de regeneração e resgate do nosso verdadeiro eu, da nossa essência que às vezes o tempo embota.

É isso aí, não sei se isso é uma volta, um “até um dia, quem sabe”, ou uma nova posição, de escrever quando sentir que é isso o melhor pra mim.

Pois é, meu novo e nem tão novo “eu” (redescoberto?) é meio assim. Assim inconstante e sem dever nada pra ninguém. Respeitando o espaço dos outros e esperando que respeitem o meu também. Sem mais achar que devo fazer tudo o que esperam de mim, só porque é assim que boas meninas devem agir, e que devemos ser "boas meninas" (?)

Aliás, como já foi dito aqui uma vez “Boas meninas vão para o céu, as outras vão pra londres...”


Estou com saudade de mim. Ando pouco recolhida, atendendo demais o telefone. Escrevo depressa, vivo depressa. Onde está eu?




segunda-feira, 3 de março de 2008

Não, não dê mais tantas voltas, não.
Se chicoteia assim por qualquer perdão.
Todo esse teatro não impressiona
Por maior que seja sua recompensa
Não se importe tanto assim
Com sua imagem decadente enfim.
Nada adianta depois se lamentar
Por maior que seja sua displicência....



vai embora, meu amor.
Sem ameaças ensaiadas na frente do espelho.
O caminho mais fácil nem sempre é melhor que o da dor.

Dê uma chance pra vida te mostrar
Um jeito menos doloroso de se despedir.
Não seja assim tão duro com as palavras.
Lave bem as suas mãos antes de se decidir.
Tira essa lama das botas
Antes de me dar as costas.


*** there was for the green eyes boy, ****

me espera? mais alguns anos, mais algum dinheiro no bolso,um carro novo, uma casa melhor, quem sabe (?!), e eu volto, espera que eu volto pra te buscar, e a gente se casa e vai embora, pra qualquer lugar que quiser. só isso que peço,me espera?

esperar? tem algo mais irritantemente esperançoso e desesperador do que alguem dizer que volta pra voce? chega a ser egoísta. dá medo. e se aparece outra pessoa? pra mim, pra ele. e se ele nunca conseguir isso que ta indo buscar? nem sonho,nem nada. e se ele consegue? felizes para sempre.



Ah, eu vou.

E eu não quero parar. Eu não vou esperar. Eu tenho desejos e preciso satisfazê-los, seja de que forma for. Seja com você ou com aquele bonitinho que acabou de piscar pra mim. É, eu sou assim. Nem pense em me pedir pra esperar. Eu não vou te fazer feliz, eu vou me fazer feliz e vou te largar assim que vir outro um pouquinho melhor que você, que faça meu corpo tremer. Eu quero prazer, quero loucura,quero dormir de conhcinha, quero tudo, quero logo. Às vezes quero sumir. Noutras, quero me acabar, quero acabar com a vida do primeiro que cruzar meu caminho.
Ocorreu um erro neste gadget