sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Eu passei no teste. Não reprovei em nada. Estou bastante viva. Não morri quando me apaixonei completamente e fiquei só. Ou quando senti tanta saudade mas não pude matá-la. Não morri por causa de gente que pisou na bola, nem de gente que mentiu por maldade. Sobrevivi. Sobrevivi também depois de ter passado por apertos financeiros, depois de ver minha melhor amiga partir sem deixar recado, depois de ter ficado por muito tempo sem chão. Não morri também depois de ter perdido a confiança, a alegria, a vontade de sorrir. Posso ter ficado triste por um tempo, desanimada, desconsolada, perdida. Mas sobrevivi. Estou mais forte, mesmo que eu não consiga ver isso agora. Estou mais esperta e mais consciente. Foi uma longa batalha, foi uma vitória difícil, mas fui campeã. Que o próximo ano também venha cheio de testes, e que eu continue passando, sempre.
Aviso aos navegantes!
Eu continuo sendo a mulher mais feliz e mais sortuda desse mundo!
Ganhei sim na mega sena acumulada, minhas amigas, presente de Deus, família abençoada paz de Deus e muito amor no coraçao Forever.
Podem levar até minha paciencia, mas o meu equilíbrio, esse nunca ninguem vai levar!


Feliz ano novo a todos.

domingo, 21 de dezembro de 2008

...

Dentre tanta confusão que eu tenho visto por aí, vim aqui hoje só pra dizer oque eu tanto canto.
Eu sei que é isso justamente que eu tento nao acreditar, pra nao justificar, mas, senhores, acreditem, no que eu mesma nao acredito

"eu sim, tenho a sorte de um amor tranquilo"

Se é bom ou ruim????

Até hoje na consegui descobrir;.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Suzana

Suzaninha, minha querida, eu sei que voce gosta que te chame assim. Eu vim aqui, lógico contra a minha e a sua vontade.
Pois voce se nega e nega qualquer pessoínha que viva ao seu redor que perceba a tristeza a e melancolia que tem vivido esses ultimos meses...
Mas eu Suzana, não podia deixar de expor aqui mesmo que contra a sua vontade, todo meu apreço e meus sinceros votos de paz interior para voce.
Tudo bem suzaninha, voce é e sempre será a boa gente da nossa turma, aquela que nao admite ver ninguem pra baixo, voce é aquela que detestaria ver qualquer pessoa dessa terra nessa tristeza profunda que voce se enfiou.
Mas você Suzana, tão inteligente, tao batalhadora tao amiga e tão esperta , como uma pessoa assim foi deixar se cair nesse buraco sem começo e sem fundo que esta agora?
Não voce suzana, tao bonita, tao instigante e com esse corpo de dar inveja em todas as mulheres na praia.
Mas oque adianta eu te dizer isso né? entao vou dizer que derrepente seja um conflito interno suzana,desses que voce tira de letra assim, brincando, num piscar de olhos.
Vamos fazer de conta entao que esse seja só mais um dos seus desafios diarios, esses compromissosinhos que voce esta acostumada a dar um jeitinho, aquele jeitinho que voce minha amiga dá em tudo.
Faça como aquela nossa amiga nos ensinou...
Faça de conta que ele, é só mais um afazer diario, que no final do dia vc resolve e pronto, rasga e poe fora na lata de lixo, deu ta feito, ta pronto, acabou suzana.
E cá pra nós , nem é esse tipo de homem que voce gosta, ele não é cavalheiro, não lhe da presentes nem nada, nao aparece de surpresa na sua casa, nao lhe faz declaraçoes de amor em pulico, não Suzana, nós sabemos que é disso que voce precisa.
Você é mulher de ser elogiada, de ser aplaudida sem datas comemorativas.
Voce é mulher de ser amada, de ser beijada e abraçada mesmo que em pensamento, todos os dias da tua vida.
Olhe pra voce suzana, ta parecendo uma personagem dessas que detesta , uma personagenzinha profana de novela mexicana, minha amiga, olhe pra voce , oque esta acontecendo?
Voce não é e nunca foi uma mulher fácil, tem uma fila de homens bem sucedidos e muito bem intencionados dando um dedinho para passar um final de semana do teu lado, loucos por um dos teus ilustres textos direcionados para eles.
Te vendo assim, começo a pensar que voce gosta mesmo é de desafios, mas desafio assim minha amiga, sem premiaçao no final, será que vale pena batalhar?
Como aquela musica do legião Urbana que voce gosta, melancolica que só voce, mas lembra? "Não me entrego sem lutar, tenho ainda coraçao..."
Só que Suzana meu amor, eu sempre briguei contigo por viver fugindo, tudo bem, tiveram vezes que peguei pesado, peguei no teu pé , te chamei de fraca, covarde, mas nao foi voce que disse, que não se luta , que nao adianta lutar pelo que ja está morto?
E suas amigas que precisam de voce? e o seu trabalho? e a sua fami´lia?
E aquela alegria contagiante que é sua e de mais ninguem?onde ela ta indo parar?
E o sonho de família, filhos e tudo mais, Criança, voce acha que ele é homem de se constituir família? Ele ao menos sabe suas dores, suas , seus traumas...
Como fica todo mundo que ta esperando um sorriso teu agora? uma mensagem carinhosa, todos os "euteamos" que voce desttribui por aí? todos aqueles que voce ensinou dizer eu te amo, e os que tem de ensunar ainda?
Não Suzana, não vai deixar eles descobrirem que é uma farsa essa sua pose de mulher decidida.
E as musicas que voce canta a cada frase que ouve? onde elas foram parar.
Tudo bem meu amor, eu concordo, o pódium que te colocaram é alto demais, voce nao ta mais conseguindo subir os degraus, voce quer chorar na chegada e sentar num canto sozinha, eu te entendo.
Mas não por ele, não dessa vez.
Mais uma chance eu pediria para voce dar, mas para voce.
Uma chance de ser voce denovo, voce ainda lembra que faz amigos em todas as filas de Porto Alegre? Que brinca com toda e qualquer situaçao?
E as tranças Suzana? Pra mim voce pode confessar que nao faz mais, porque receia que ele não goste, que voce nao se veste mais como uma indiazinha, nativa de como voce sempre adorou ser.
Tá valendo? Voce nem disse eu te amo ainda pra esse cara, entao, Volta minha amiga, ainda é tempo, nao vá viver nessa incostancia como esta, voce nunca foi inconstante,você é intensa lembra? Sai fora desse bosque de ninguem me viu, eu quero ficar sozinha porque essa não é voce, voce nunca foi assim, que que te deu?
Que bixo te mordeu? Voce me contou outro dia que nao pode nem beijar mordendo que é oque mais gosta de fazer, só porque ele nao gosta.
Que isso Suzana, voce esta parecendo uma cópia mal acabada de mulherzinha, oque tanto temeu ser, eu tenho certeza que dez dez janelas piscando vermelho no seu msn agora, porque voce ainda continua a mesma suzaninha que todos amam, entao
Volta minha amiga que ainda é tempo, corre pra cá, pras boas vibraçoes, vai cantar Bob marley como gosta, vai dançar até madrugada, vai escrever teus textos que eu tanto perco noite lendo, pois sei das noites que voce passa escrevendo.
Suzana meu amor, eu sei que é esse nome que quer dar pra sua filha, nome de mulher forte, decidida, querida e forte.
Você é forte, e essa lamuria nao combina com voce.
Vamos lá, levanta desse sofá amargo, desse barco furado que tu te meteu, a caneca é pequena pra tamanho rombo minha amiga.
Voce quem sempre deu as regras, sempre jogaram seu jogo, mas ta entregando assim, antes de terminar o primeiro tempo, Suzaninha, voce é mulher de decidir no penalty, nao na prorrogaçao como esse menino ta querendo.
Entao, se olha no espelho e repete comigo, quem é que manda!
Com muito carinho daquela que sempre ouviu seus conselhos , e com voce aprendeu a fazer direitinho.
Eu me amo, e voce é parte de mim por isso te amo tambem.
Fique com Deus e nao esquece que ele, por mais que as vezes possa parecer, mas ele , ele não dorme!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

A Moedinha...

Voce esta proibida de ficar triste, não voce, nao minha amiga glamurosa, que que houve pirou? me diz entao que raio de sonho maluco esse que eu tive essa noite, juro que eu queria era subir numa grande porca e ir até camaquã pra ver onde voce estava enfiada.
Eu vou enlouquecer, voce teem que vir aqui me dar uma força, não estou segurando a barra sozinha!
Eu que devia te dizer esta frase e não voce aparecer com aquela cara de dar dó no meu sonho.
Imagina, não voce, não a minha fortaleza, bom e o dia que acontece isso, eu vou estufar o peito e gritar bem alto :
- TA TUDO ERRADO!
Mas era só sonho...
Sempre quis ser sua amiga,Já te contei isso?
Eu via você, prima-irmã de yemanjá, com uma cara de preguiçosa e sempre alegre nas festinhas...
Uma canção do balão mágico
Risada colada na cara e bom humor, independente do dia
Eu sabia que dali saia uma luzinha forte
Uma luzinha que erradia por onde quer que você passe
Uma luzinha que diz, pessoal, cheguei, está na hora de sorrir
E então, eu queria ser sua amiga
Colava na galera , olhava suas fotos.
Torcia, pensava, articulava
Porque queria ser sua amiga
Hoje olho pra gente.
Eu aqui na tua casinha passando mal pra caramba, coca cola moranguinho bolachinha recheada e muitos sabonetes cremosos no banheiro( mas eu só usei um dia ta!)
Eu aqui dando muita risada e feliz comigo mesmo, conversando contigo aí, louca pra ta aqui dando aquelas gargalhadas esparafatosas de zunir os ouvidos...
Daí vou escrever no blog e tanto tempo depois e penso
Eu sabia do que estava falando
Só uma pessoa iluminada de verdade mantém sua luzinha acessa por tantos tempo
Disposta a dividir com todas as amigas o seu calor
E é por isso que fico feliz
Porque sempre quis ser sua amiga
Porque quando eu te vi, nao estou sendo a ansiã não, mas me vi em ti, voce é minha cópia registrada e autorizada, até a foto é parecida.
Voce confia nas pessoas sem pestanejar, mas nao por acaso, mas só porque a gente sabe que a construçao é de tijolinho macisso , nao de argamassa...
As pessoas devem pensar, mas que tanto né, recem se conheceram, mas a gente sabe, não é de agora não minha gente.È da madrugada como eu, pra que dormir né?
E se causamos uma pontinha de inveja,
Ah que mal que tem nisso? a felicidade causa inveja, a alegria e manifestaçoes de amor em dia claro causam invejas morbidas...
E a gente? Dá uma assopradinha, e quem gostou?
Canta pra subir meu bem, aqui é outro nível, é comunicaçao, é sentimento forte na veia, é cumplicidade total...
Não é conversa mole não, é que não é pra qualquer um, e hoje minha amiga, mais uma vez, derrpente voce se assuste mas, declaro sim meu amor por quem eu amo, porque como aquela poesia, sempre deixe quem voce ama com palavras bonitas pois voce nao sabe oque sera amanha, e sempre levei essa ao pé da letra, posso me enganar as vezes, mas voce minha amiga, nunca vai me decepcionar e eu prentendo fazer o mesmo...
Minha amiga , minha irma, minha fada madrinha, meus olho esquerdo teima em distorcer as imagens sometimes mas voce olha por mim, eu sei, mesmo longe as vezes, mas a Paulinha são meus olhinhos..
è muito amor né? Entaão te benze amiga pois onde ha amor ha inveja, sabe que eu tava pensando, que quando eu era pequena brincava com meus irmãos de esconder a pedrinha nas maos fechadas atras das costas, Sinto como se Deus tivesse feito a mesma coisa comigo, cruzou seus dois braços por trás e pediu que eu escolhece, só que não havia tampinha, não havia moedas, a escolha que ele me deu foi entre a riquesa e amor no coraçao.
Eu escolhi a tampinha, ou melhor, a paulinha,
sera que foi assim?
A gente acha que sim né?
Te amo daqui até onde nao se pode ver!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Travessia difícil é a da vida....

Estou sim adiando a nossa conversa. É muita coisa que fica perdida na tradução de um sentimento partido. Não vamos entender, nem eu e nem você. Tanta coisa incompreesível...
Sobre o quê iremos falar? Sobre o que você nunca disse? Ou sobre o que eu sempre tive que adivinhar?
Podemos então falar sobre a praia que sempre ficou nos esperando, que eu fiquei esperando, mas você não me levou. Podemos falar também sobre as fotos que eu sempre quis tirar, mas você nunca levou a máquina. Ou então a gente pode falar sobre todos os textos que eu escrevi para você, mas você nunca disse nada. Você gostou?
Essas coisas a gente pode sim falar, mas por favor, não me pergunte por que eu fui embora.
Eu fui embora porque um dia eu percebi que o amor não é mudo. Porque eu percebi que eu quero ficar rouca de tanto conversar de madrugada. Porque eu vi como o horizonte é infinito e eu quero andar nele até cansar. Eu fui embora porque eu vi como a vida estava me chamando e eu não podia mais deixar o tempo passar assim, tão à toa.
Certamente voce ja deve ter perdido as contas de quantos trofeus, quantos premios e tantas medalhas que já ganhou, mas o mais dificil deles voce esta deixando escapar assim, no ultimo minuto, pois eu sim, mais uma vez, estou quase dando as últimas braçadas...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

E tudo que eu andava fazendo e sendo eu não queria que ele visse nem soubesse, mas depois de pensar isso me deu um desgosto porque fui percebendo (...) que talvez eu não quisesse que ele soubesse que eu era eu, e eu era.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Sem voce não dá!


Ela não é hippie, mas ela conserva tudo que os hippies têm de melhor. A leveza...
Ana Carolina, nome de cantora,mas ela de cantar, só sabe funk, tem vergonha de manifestações públicas de afeto. Fica vermelhinha quando eu canto no meio do bar, djay aumenta o som, que eu ja to sem cal...., rsrsrs"Ti amuuuuuuuuuuuuuuuuu, meu”, ela vem toda fofoleta, pulando e abrançando forte.
Brava e levemente impaciente. A carol é uma das poucas que me dá bronca porque é sensata e dura na queda, possessiva e reclamona igualzita eu. Ela é fiel.Minha hiponguinha,toma uma cervejinha, e vai dando uma animadinha daqui, sobe o sambinha no sangue e quando ela entra numa pista de dança... ah, meu amigo, ninguém tira ela de lá .Mas é doce, me conhece e me sacou desde o começo. Ela sabe quando eu falo sério ou quando é só mumunhas de menina mimada.Cheia de caras e bocas, ela abraça minhas amigas de verdade. Acha graça na vida ...

A Carol é a contradição.Porque causa sentimentos contraditórios.Chora, grita e se descabela pelas razões mais banais. E 5 minutos depois está na pista de dança se acabando e dando boas risadas.A gente não sabe se ignora o drama ou se embarca junto nele. Porque a Carol é paixão pura. É inquietação, é pulsão de vida, é Eros pura. Ou melhor,a própria Afrodite: ciumenta, linda e cheia de poderes persoasivos.
Ela escreve muito bem e me orgulho muito disso,ela é mãe, tem um instinto maternal que ajuda no nosso convivio e faz declaraçoes de amor constantes como eu costumo fazer a nossas amigas e a ela própria.Ela enxerga olhos verdes por traz das minhas lentes de contato,ela é um dos meus amores revelaçao de 2008.
Ela é indomável e ao mesmo tempo tem o sorriso mais doce. É uma dose viciante de contradição que todo mundo deveria experimentar, isto é, se vc for um dos afortunados que ela escolher...Ela aceita tudo. Menos palmas:"tenho vergonha", ela diz.A gente? Respeita, afinal é o charme dela.Te amo minha amiga
Ocorreu um erro neste gadget