quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Da vida eu não me perco!

Ao som da minha música preferida que ta tocando aí do lado vim falar sobre uma inspiração um tanto quanto repentina.
E que o sol me faz sorrir.
Ele me faz tão bem e ouvindo essa riminha gostosa, você leve e solitário.
Você tão estranho como os anjos, perdido e sozinho...
Eis que os dias passam fazendo graça. Acabo dançando minha trilha sonora maravilhosa. Colho perguntas sem pressa de respostas achando graça em sorrisos desconhecidos. Chega alguém pra falar que a especialidade é 'não avisar'. De nada. -Vai entrar sem bater, é isso? Já aviso, aqui a casa é ventilada, o coração é quente e as vontades têm a temperatura exata para os sonhos. Solto bom dia para quem quer e quem não quer na rua... Porque é fevereiro, o mês onde os dias passam com música e onde as cores tem um novo som.


Just Like Heaven

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

você que quer de qualquer forma cortar as minhas asas, minhas pernas, meus cabelos
você que faz sua da sua insegurança, texto principal pra sua peça de fracasso,
você que usa dos meios mais sórdidos pra alcançar seu único e pequeno objetivo,
você que diz aos quatro cantos do mundo que eu não sou digna da admiração em mim depositada
você que diz que ama, mas se confunde no seu egoísmo eterno,
você que faz da minha vida seu atrativo diário
você que inveja a felicidade alheia porque é incapaz de construir a sua,
você que faz da poesia um discurso desnecessário de piores versos e ainda me acusa 
isso, você que me acusa por ter provas mais do que concretas que o erro – se é que eu posso usar essa palavra- foi seu, exclusivamente seu,
você que tenta pisar na barra do meu vestido quando eu saio por aí de mãos dadas 
você que não merece a minha atenção, meu respeito,
você que é uma pessoa impressionantemente fraca e absolutamente infeliz,
você que não me conhece e mesmo assim me julga da cabeça aos pés


vá a um terapeuta. Aliás, interne-se, você é psicopata!

E eu? Eu sou feliz.


Saudações Tricolores!

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Brincando com a menina morena jabuticaba sorridente, pegou o giz e escreveu no quadro negro:
 "Querido, se você quer uma mulher capaz de fugir com você em um fusca verde para qualquer praia do mundo com uma mochila e um mapa e que ouça The Cure enquanto cozinha; se você quer uma mulher que escreva cartas de amor, que tire fotos de amor, que rasgue roupas de amor, que chore e grite de amor e que viva de amor; se você quer uma mulher que não tem noção de quanto e que por isso não tem restrições sobre quando ou onde; se você quer uma mulher que sorri, que cheira, que morde, que explode, que aguenta; se você quer uma mulher com força o bastante, vontade o bastante, coragem o bastante, imaginação o bastante, loucura o bastante, doçura o bastante, atrevimento o bastante, saliva o bastante e poesia demais; querido, se você quer uma mulher capaz de fugir, pra qualquer praia do  mundo, sozinha, num fusca verde, com uma mala, uma foto e um mapa, querido, meu querido, você vai ter que me conquistar primeiro".

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Tudo que sou...


Não que eu seja das mais inteligentes.

Sou insegura como qualquer menina de 27 anos e arrogante como toda juventude.
Tenho dentro de mim fogos de artifício e a mania de perguntas.
A curiosidade que não me abandona e a memória de peixe.
Me apaixono por qualquer assunto e o esqueço com a sombra do seguinte.
Sou dessas pessoas que de tanto querer novidade me passo por criança e de tanto aconselhar, me passo por madura.
Mudo de cor como o céu australiano,
Mudo de humor dependendo da batida.
Sou dessas pessoas que é fácil fazer chorar e mais fácil ainda fazer rir.
Sou dessas pessoas que andam descalça
Sou dessas pessoas que tem saudade de casa
Sou igual a toda e qualquer jovem: louca pra se achar e mais louca ainda pra se perder.


Ocorreu um erro neste gadget